Palavras em alemão: Alguns elogios mais comuns, de *nicht schlecht* a *wunderbar*

Os alemães são de elogiar bastante? Quais palavras em alemão podemos usar para elogiar alguém? Neste podcast, algumas hipóteses sobre como elogiar na Alemanha.
Palavras em alemão: Alguns elogios mais comuns, de *nicht schlecht* a *wunderbar*

Para escrever este artigo, eu pesquisei no Google a seguinte frase: “elogios em alemão”.

Uma série de coisas apareceram na pesquisa, mas uma matéria da Deutsche Welle chamou a minha atenção. No vídeo, o assunto era justamente como na Alemanha a “cultura do elogio” não é tão difundida como em outros países do hemisfério sul ou até mesmo do sul da Europa.

Uma das primeiras vezes que senti um choque cultural foi justamente quando notei que aqui na Alemanha, as palavras em alemão para tecer elogios custam a sair da boca dos alemães. Claro, não podemos generalizar, mas pela minha experiência e de outras pessoas que conheço, a ligeira falta de entusiasmo ou a expressão comedida de emoções são relativamente frequentes na cultura alemã.

Em alguns momentos eu cheguei a duvidar se estava “viajando” ou procurando pelo em ovo por não ouvir de uma chefe alemã algo positivo pelo meu desempenho, ou ao ouvir de um ex-namorado palavras em alemão como por exemplo nicht schlecht (nada mal) quando eu queria saber a sua opinião sobre algo. Eu ficava me perguntando sempre se a pessoa realmente gostou daquilo ou se tudo está tão ruim assim a ponto de não merecer o nosso famoso “ah, está bom”.

Mas como toda moeda tem dois lados, elogios quando são feitos por alemães soam realmente verdadeiros. O que eu demorei para entender é que eles guardam essas palavras para ocasiões que realmente querem dar uma opinião superpositiva, o que não significa necessariamente que nunca gostem de nada, eles só medem com mais cautela as palavras que usam.

Essas sutilezas das palavras em alemão e do idioma infelizmente só aprendemos quando convivemos com nativos e/ou morando no país. Eu diria mais, essas sutilezas da cultura alemã que influenciam na forma como as pessoas se comunicam e relacionam, só aprendemos mesmo depois de muitos mal-entendidos e dúvidas mal resolvidas.

Uma de nossas colaboradoras, Piti Koshimura, também fala brevemente sobre o tema, mas a partir da sua experiência com a língua francesa, em que as várias formas da negação também podem confundir um ouvinte estrangeiro. Longe de fazer generalizações entre as nacionalidades, ao ler o artigo dela, eu me lembrei de situações semelhantes que passei aqui em Berlim.

Eu acredito, no geral, que nós brasileiros temos a tendência de usar adjetivos mais positivos, até mesmo quando não gostamos muito de algo dizemos um “está legal” ou “ah, está bom”. Não sei se necessariamente essa forma de agir é melhor ou pior, mas com certeza é bem diferente da postura adotada pelos alemães. Isso também me leva a mencionar um outro artigo que li recentemente, sobre como o português do Brasil e o espanhol do México são línguas que utilizam mais termos “felizes”, com o posto de idioma mais feliz dentre dez analisados.

Será que as pessoas são mais felizes quando elogiam mais? Uma coisa é certa, se você elogiar alguém, a chance de você receber a gentileza de volta é muito maior. Mas não se esqueça, tem de partir do coração, porque de “falsianês” o mundo está cheio!

  • Quer aprender a falar alemão? Experimente o aplicativo da Babbel (A primeira lição é por nossa conta! Descubra como com apenas alguns minutos por dia você já vai estar falando alemão!

Glossário de palavras em alemão (elogios):

Wunderbar: maravilhoso

Schön: bonito

Cool: legal

Super: super

Klasse: excelente

Geil: “massa”

Toll: legal

Spitze: equivalente ao nosso top

Nicht schlecht: nada mal

Gut gemacht! : bem feito!

Sehr gut: muito bom

Quer aprender alemão?
Author Headshot
Sarah Luisa Santos
Sarah Luisa Santos nasceu e cresceu em São Paulo, passou um tempinho em Londres, mas foi parar mesmo é em Berlim. Apesar de ser formada em Artes Visuais, ela decidiu seguir sua paixão por textos e palavras e atualmente divide com a Babbel suas descobertas linguísticas, como editora da Revista da Babbel em português. Siga-me no Twitter.
Sarah Luisa Santos nasceu e cresceu em São Paulo, passou um tempinho em Londres, mas foi parar mesmo é em Berlim. Apesar de ser formada em Artes Visuais, ela decidiu seguir sua paixão por textos e palavras e atualmente divide com a Babbel suas descobertas linguísticas, como editora da Revista da Babbel em português. Siga-me no Twitter.

Artigos recomendados

O que é que a Alemanha tem: Club Mate e Jägermeister

O que é que a Alemanha tem: Club Mate e Jägermeister

O que é que a Alemanha tem? Neste podcast, Sarah e Vitor revelam sua bebida alemã favorita e como falar sobre “bons drinks” em alemão.
O que é que a Alemanha tem: Saúde

O que é que a Alemanha tem: Saúde

“Saúde e paz que o resto a gente corre atrás!”. A frase do famoso Pedro Biel de fato é boa, sem saúde não dá para fazer nada… por isso na hora de viajar preste bastante atenção em como cuidar da saúde lá fora. Nesse podcast, falamos um pouco do sistema de saúde na Alemanha.
10 passos para se “alemanizar”

10 passos para se “alemanizar”

O que é preciso para ser alemão? Uma paixão por salsicha, regras e roupas básicas? O autor de MAKE ME GERMAN “acrescenta sua mostarda” sobre como se “alemanizar”!
Escrito Por Adam Fletcher