Fale um idioma como sempre sonhou

Aprenda idiomas como nunca. Baixe o aplicativo gratuitamente!

Escolha um idioma – a primeira lição de cada curso é grátis!

10 passos para se “alemanizar”

O que é preciso para ser alemão? Uma paixão por salsicha, regras e roupas básicas? O autor de MAKE ME GERMAN “acrescenta sua mostarda” sobre como se “alemanizar”!

Escrito por Adam Fletcher

1. Calce seus Hausschuhe (calçados de casa)

Os alemães adoram seus Hausschuhe – e você deveria fazer o mesmo. Veja todos que não usam Hausschuhe como selvagens: metade humanos, metade espalhadores de sujeira. Para ganhar pontos positivos, adicione um pouco de Hausschuhção em sua vida, comprando um Einsteckpantoffel. Trata-se de porta-Hausschuhe que fica pendurado na porta de entrada da casa e serve para guardar outros Hausschuhe para suas visitas que ficarão impressionadas.

2. Use roupas básicas

Moda é um tema difícil para os alemães pela falta de regras claras. Trata-se mais de uma forma de arte do que de uma ciência. Por isso, eles encontraram uma solução genial que você também deve adotar se quiser se alemanizar. Essa solução chama-se “normcore”. “Normcore” é a tentativa ser o mais mediano e anônimo possível: normal, mas em uma versão Hardcore. Os alemães expressam seu estilo normcore, dando preferência a roupas práticas de marcas como Jack Wolfskin que ressaltam o acabamento técnico em vez de se concentrar em algo inútil, volúvel e vago como moda. A lógica alemã dita que é impossível você estar fora de moda desde que você não tente estar na moda. Você deve encarar a moda como uma festa de aniversário do colégio para a qual você não foi convidado – não tente ser convidado e nem revele que você se importa de ter sido esnobado.

3. Respeite o Ampelmännchen!

Não vem carro? E daí? Respeite o Ampelmännchen (homenzinho do sinal) – guardião dos pedestres nos cruzamentos! Ousar questionar sua autoridade e atravessar a rua com atenção enquanto o sinal está vermelho significa assumir um grande risco pessoal - não o de ser atropelado, claro. Afinal, não vem nenhum carro. Com exceção de carros invisíveis, você está seguro. Não, o que você arrisca mesmo é receber o desprezo, as interjeições de desaprovação “tsc,tsc” e os berros de “Halt!” (Pare!) dos alemães que encontram-se próximos a você e agora o consideram um irresponsável, possivelmente um suicida, um renegado social. Então, espere. Ok?

4. Respeite a natureza

Cidades urbanas são razoáveis. Mas elas são tão artificiais com todos os seus edifícios, suas luzes e sua WLAN. Elas não são nada compradas à nostalgia supersentimental dos tempos simples e puros que o campo oferece: o ar fresco…. pássaros, galhos, lama, árvores e mais outras coisas da natureza “de verdade”. Portanto, é importante para a sua alemanização e para sua Seele (alma) que você se integre regularmente à natureza. Por isso, você deve wandern (fazer trilha) aos domingos com regularidade. Além disso, você deve automaticamente comprar tudo que tiver a palavra Bio (orgânico).“Deve ser melhor, é Bio!” é seu novo lema. E você também não deve comprar para seus filhos brinquedos eletrônicos que piscam e são especificamente programados para que eles se envolvam e aprendam coisas. Eles são tão artificiais com sua Scheiß Plastik (merda de plástico). Em vez disso, dê a seus filhos um bloco de madeira que tenha a forma sutilmente parecida a de um coelho. Isso vai ensiná-los: a) a superioridade intelectual das coisas feitas de madeira e b) que eles realmente deveriam ser mais criativos.

5. Qualifique-se

Outras culturas podem valorizar o esforço e a persistência, não importando o quão ruim seja o resultado final: “Muito bem! Mais uma tentativa!” Os alemães valorizam praticidade e precisão. Se você não estudou isso, se não é qualificado para isso, não tem direito sequer de tentar. Desconfie de generalismos e generalistas, como de uma bruxa na idade média.

6. Faça um Schorle

Os alemães desconfiam de toda bebida sem gás. Para se tornar alemão de verdade, você tem que adicionar Sprudelwasser (água com gás) a TODAS as bebidas. E, claro, o auge disso é a espetacular invenção alemã chamada Apfelschorle! Extremamente popular na Alemanha e totalmente desconhecida em outros países. É como a bebida padrão da nação. Você vai saber que realmente se alemanizou quando um garçom chegar à sua mesa antes de você ter tido tempo de olhar o cardápio e por pânico, você pedir um Apfelsaftschorle.

7. Na dúvida, batata

Todo aquele que diz que os alemães não têm imaginação, está enganado. Eles têm imaginação, mas ela se concentra em áreas muito específicas, como roupa para sair, burocracia, palavras compridas esmagadoras de frases, refrescos mistos e, talvez, o mais impressionante, na variedade de pratos feitos com batata. Na maioria dos países, a batata é servida das seguintes formas: purê, assada, cozida, frita e, um milagre moderno, a batata rústica. Pobres amadores. Ser alemão significa fazer tudo que for possível com a batata e, talvez, mais uma ou duas coisas. Aqui vai uma lista de apenas algumas invenções alemãs com batata, que você tem que dominar se quiser se alemanizar:

Salzkartoffeln (batata cozida com sal), Bratkartoffeln (batata assada), Kartoffelbrei (purê de batata), Kartoffelpuffer (batata rostie), Kartoffelklöße/-knödel (bola de batata), Kartoffelauflauf/-gratin (batata gratinada), Kartoffelsalat (salada de batata), Kartoffelsuppe (sopa de batata), Rösti (batata rostie), Ofenkartoffeln (batata de forno recheada), Kroketten (croquete de batata), Stampfkartoffeln (batata amassada misturada com outros alimentose iguarias), Kartoffelecken (batata rústica), Pellkartoffeln (batata bolinha cozida com pele), Pommes frites (batata frita), Petersilienkartoffeln (batata corada com salsa), Rosmarinkartoffeln (batata corada com alecrim)…

8. Descubra outras especialidades da cozinha alemã

Hallo, Kochauszubildende, willkommen bei der deutschen Kochschule! (Olá, aprendizes de cozinheiro, bem-vindos à escola de culinária alemã!) Agora que vocês já estão craques com a batata, é hora da segunda lição: aqui, temos Wurst (salsicha, linguiça), e aqui, temos Brot (pão). Agora, estão prestando atenção? Ótimo! Coloquem a Wurst dentro do Brot. E agora? Hmm, bem, na verdade, isso já tudo. Parabéns, agora vocês estão qualificados! Podem pegar seu certificado aqui. Boa sorte…"

9. Não bata papo furado

Small talk (papo furado) é para small minds (mentes pequenas). Diga sempre o que você pensa sincera e diretamente. Subtexto é supervalorizado. Se alguém perguntar como você vai, você tem duas opções: seja sincero sem pudor ou, se alguém forçar você a entrar em um papo furado, você pode fazer uso das seis expressões de linguagem mais frequentes em um small talk alemão, que correspondem a 50 % de todas as conversas - gut, naja, ach so, alles klar, und sonst so, e tja. Conversas inteiras podem ser conduzidas somente com essas figuras de linguagem tão flexíveis que podem ser empregadas em quase qualquer ordem na oração. Tja usa-se de preferência no final da conversa para exprimir a futilidade tanto da conversa quanto da vida.

10. Seja preciso!

É muito importante corrigir as pessoas quando elas dizem algo errado, não importando o quão pequeno ou insignificante seja o erro. Eles estão errados. Você sabe disso. Fatos são sagrados. É seu dever informá-los. Uma pessoa assim é chamada pelos alemães de Klugscheißer (“cagador de sabedoria”). Os alemães, que adoram fatos, são campeões mundiais em Klugscheißen. Não importa se ele estão no meio de uma história. Não importa se o seu pequeno erro factual não influencia em absolutamente nada o que foi dito – se por exemplo, a consulta médica, na verdade, foi às 19:30 e não às 20:00. Mentira! Pequenos grãos de incorreção podem se transformar em grandes grãos de desonestidade. Eles têm que ser corrigidos!


Teste o aplicativo Babbel gratuitamente.

Experimente agora