Babbel Logo

Coisas que só o português brasileiro faz

Myra aprendeu português em Portugal, mas topou o nosso desafio em adivinhar algumas expressões brasileiras. Realmente, existem coisas que só o português brasileiro faz!
Author's Avatar
Coisas que só o português brasileiro faz

É inevitável quando você está aprendendo um novo idioma, não compará-lo com a sua língua materna. Várias vezes me deparei com expressões em alemão que temos parecidas em português (die Nase hoch tragen, ou o nosso famoso “andar de nariz empinado”), ou aquela palavra em inglês que não temos em português (como homesick, que seria para nós um “saudades de casa”) … e por aí vai.

E falando em comparação, fizemos uma brincadeira com a Myra, a poliglota holandesa que aprendeu português em Portugal, e que se divertiu muito ao tentar adivinhar algumas das expressões mais comuns do Brasil. Realmente, aprender outro idioma não é só saber conjugar verbos, é também mergulhar em outra cultura!

Pensando nos idiomas que sei, que infelizmente não tantos quanto eu gostaria, fiz o caminho inverso e pensei em coisas que só a língua portuguesa pode proporcionar. Aqui vai uma lista, que acredito, só o português brasileiro tem:

1. Tudo é uma gracinha em português brasileiro!

Depois que vim morar fora, e falando outros idiomas, percebi o quanto usamos diminutivo para tudo. É um cafezinho, mais um pãozinho, dar uma voltinha, ir rapidinho… eu poderia ficar aqui horas enumerando quantas vezes ao dia eu quero usar o diminutivo… mas em inglês não dá!

Em inglês a forma usada é com o littlelittle coffee, little bread – já deu para ver que não é a mesma coisa, apesar de ser a mesma ideia.

Mas, em alemão, o sufixo do diminutivo é o -chen ou -lein, e até dá para usar em palavras do dia a dia como em Brötchen (pãozinho), mas no geral você não vai ouvir as pessoas aqui falando assim, a não ser se estiverem falando com crianças.

2. Nossa!

Explicar o Nossa! é uma das tarefas mais difíceis para mim. Claro que todos os idiomas têm suas expressões de espanto, como em alemão há o Krass (que seria mais um “putz” do que “nossa”) ou o clássico Oh my God do inglês, que na verdade também temos igual no português.

Apesar de ter várias opções, eu ainda acho que o nosso Nossa é tão versátil e ainda não traduzível ou viável em outros idiomas.

3. Tu e você, você e tu…

Esse item é motivo de controvérsias. Misturamos as conjugações do tu e você sempre, e isso deixa quem está aprendendo português brasileiro sem entender!

4. Eita

Seguindo a linha do nossa, o eita também é exclusividade do português do Brasil. Sabe aquele momento que algo surpreende mas também faz você indagar? Eita. Pois é.

5. Pois é

Usados naquele momento em que você não tem mais o que dizer – e acaba soltando um pois é. Em inglês ouço muitas pessoas falando um longo soooo ou em alemão naja, que traduziria mais como um bem…, o pois é é um pouco mais definitivo, simplesmente afirmando a existência da situação sem nenhuma pretensão.

6. Aí, ai, ai ai…

Essa interjeição é a melhor. Em nenhum idioma podemos com apenas duas vogais expressar tão diferentes sentimentos:
: chamar a atenção, como em: Aí mano, você tava lá no rolé ontem?
Ai: pode expressar dor ou sentimento de empatia com a dor alheia: Ai, pegou no olho dele!
Ai ai: com um suspiro, à espera que algo aconteça (ou não)

7. Né?

Essa interjeição é outra que não achei correspondente em outro idioma que falo, e que às vezes sai quando falo inglês ou alemão:

We need to go there early, , because you know the place will be crowded.

Ou ainda:

Hast du mich nicht gesehen, ?

Algumas vezes pode gerar um conflito na comunicação, mas é mais forte do que eu, né?

8. Opa!

Eu já recebi olhares suspeitos, quando topei em alguém por acidente e soltei um opa, que em alemão significa avô. É, realmente eu também acharia estranho alguém esbarrar em mim no Brasil e soltar um avô!
Opa também pode ser usado naquela hora que você gostou de uma ideia:

Opa, acho bacana ir nesse restaurante.

ou ainda:

Opa, vamos lá!

9. -ildo, -ilda…

Em português, adicionar o sufixo -ildo ou -ilda pode ser uma forma de enfatizar o adjetivo. Por exemplo, um amigo fez algo estúpido e você carinhosamente quer chamá-lo de burro: seu burrildo
Mas atenção: Isso não vale para todos os adjetivos, talvez só para atenuar nomes pejorativos, como preguiçoso que vira preguicildo ou um chato que fica chatildo. É, só o português brasileiro consegue fazer isso mesmo.

10. Vixe.

Vixe, foi difícil terminar esse texto. Mas, aqui estão as 10 coisas que só o português brasileiro pode fazer.

QUER APRENDER OUTRO IDIOMA?
BAIXE O APLICATIVO DA BABBEL
Qual idioma você gostaria de aprender?