“Por falar vários idiomas conheci lugares, colecionei experiências. No trabalho me sinto mais confiante, e isso favorece meu posicionamento como mulher na sociedade.”

Cintia, turismóloga e empresária, conta como o aprendizado de idiomas expandiu seus horizontes e abriu portas, no lado pessoal e profissional, lhe mostrando uma nova perspectiva do mundo que até então era desconhecida.
Escrito Por Babbel
02/09/2020
“Por falar vários idiomas conheci lugares, colecionei experiências. No trabalho me sinto mais confiante, e isso favorece meu posicionamento como mulher na sociedade.”

Foi por causa de sua paixão por músicas e filmes que Cintia começou a sua jornada com o aprendizado de idiomas. O que ela não poderia imaginar é que seus conhecimentos de inglês, espanhol e francês seriam determinantes para sua carreira e seu desenvolvimento pessoal.    

IDIOMAS E VOCÊ: O BÁSICO

Olá, Cintia. Será que podemos começar esta entrevista com uma breve apresentação?

Olá! Meu nome é Cintia Raquel Camargo Ramos, sou turismóloga e empresária.

Que idioma você quis aprender quando era mais jovem? O que inspirou você?

Sempre tive vontade de aprender espanhol, pois costumava assistir a filmes e novelas nesse idioma. Mas só comecei a estudar espanhol de fato na faculdade. Como me destaquei, achei que deveria continuar aprendendo, que esse idioma seria fundamental para a minha carreira. Dito e feito! Graças aos meus conhecimentos, posso me comunicar nas mais diversas situações e me orgulho muito disso.

“Achei que deveria continuar aprendendo espanhol, que esse idioma seria fundamental para minha carreira.”

Quantos idiomas você aprendeu? Qual foi o mais difícil? E qual foi o mais fácil?

Desde que eu percebi a importância do aprendizado de idiomas, comecei pelo inglês, mas a minha jornada não parou por aí. Continuei aprendendo, e estudei também espanhol e francês. Para mim, o francês foi o mais difícil, por causa da pronúncia — mas também porque foi o idioma que estudei durante menos tempo. Já o espanhol foi o mais fácil: como sempre gostei de músicas e ritmos latinos, meu interesse no aprendizado de idiomas era muito maior. 

Você está aprendendo algum idioma agora? Se sim, qual? 

Não.

IDIOMAS E SEU TRABALHO

Como você descreveria a relação de sua vida profissional e sua vida pessoal? Algum idioma desempenha um papel nelas?

O aprendizado de idiomas é essencial para quem trabalha com turismo. No meu caso, isso me ajudou não só na vida profissional, por ter tido a chance de trabalhar em empresas norte-americanas, mas também na vida pessoal, na comunicação com meus namorados estrangeiros. 

Quando se trata de falar outro idioma no trabalho, é importante ser fluente ou basta saber se expressar? 

No meu caso, a fluência é fundamental, pois participo de reuniões em que preciso expressar minhas propostas de forma bastante clara.

Todo mundo sabe que o humor é uma ferramenta poderosa na hora de quebrar o gelo ou mesmo fechar negócios. O aprendizado de idiomas ajudou você nesse sentido?

Sem dúvida. Aliás, sempre gostei de dar uma olhada em livros de piadas para aprender novas expressões e descobrir aspectos do idioma. Depois compartilho o que aprendi com minhas amigas. É muito divertido!

Você já fingiu entender algo que foi dito em outro idioma? O que aconteceu? Como você se sentiu?

Já, sim. Foi em uma viagem. Como eu estava com outras pessoas, fiquei com vergonha de perguntar novamente e apenas segui a maioria. Por sorte, não se tratava de nenhuma decisão de grande importância, foi um momento breve ao conversar com a atendente de uma loja. Mas foi uma experiência que me marcou, pois percebi que poderia aprender um pouco mais de conversação. É um tanto constrangedor passar por situações em que a gente não entende direito o que foi dito.

IDIOMAS E SUA VIDA

Você se lembra de quando fez sua primeira piada em outro idioma? Ou de quando percebeu ser “fluente”? Como você se sentiu?

Foi durante uma conversa com vários estrangeiros. De repente, percebi que estava me sentindo à vontade e pude participar ativamente da conversa e expressar minhas ideias. Aliás, na ocasião até elogiaram minha pronúncia. Fiquei extremamente feliz e grata por ver o resultado dos meus estudos, e foi ai que eu percebi como o aprendizado de idiomas poderia mudar a minha vida para melhor, e abrir muitas portas! 

“Quando não me sinto muito confiante com relação a uma palavra em específico, procuro usar outra com o mesmo significado. Isso só reforça a importância de termos um bom vocabulário.”

Tem algum erro que você sempre comete em outro idioma? Alguma palavra ou frase específica que você ame usar?

Não. Quando não me sinto muito confiante com relação a uma palavra em específico, procuro usar outra com o mesmo significado. Isso só reforça a importância de termos um bom vocabulário.

Você alguma vez sonhou em outro idioma?

Sim! Sonhava em espanhol e em francês enquanto ainda estudava esses idiomas. Mas não garanto que tenha falado francês corretamente no meu sonho!

O aprendizado de idiomas mudou a maneira como você se vê no mundo? Como?   

Mudou, sim. Meus conhecimentos de idiomas me permitiram conhecer novas culturas durante minhas viagens. E isso muda muito a forma como a gente se vê!

“Por falar diferentes idiomas, pude conhecer lugares, colecionar histórias, momentos, experiências e amores. No meu trabalho, também me ajudou muito. Me sinto mais confiante e não tenho dúvida de que isso exerce um impacto positivo no meu posicionamento como pessoa e mulher na sociedade.”

IDIOMAS E POSSIBILIDADES 

Se você pudesse fazer uma mágica e instantaneamente aprender outro idioma, qual seria? Se você pudesse voltar no tempo e dar um conselho a você mesmo sobre como aprender um novo idioma, o que você diria?  

Eu gostaria de aprender zulu e xhosa. Meu conselho para a Cintia adolescente seria acreditar no que a mãe dela dizia e reclamar menos. Eu achava que dedicar os sábados ao aprendizado de idiomas era um desperdício de tempo, mas hoje vejo como isso me abriu muitos caminhos e oportunidades. Por falar diferentes idiomas, pude conhecer lugares, colecionar histórias, momentos, experiências e amores. No meu trabalho, também me ajudou muito. Me sinto mais confiante e não tenho dúvida de que isso exerce um impacto positivo no meu posicionamento como pessoa e mulher na sociedade.


Cintia Raquel Camargo Ramos sempre soube da importância do aprendizado de idiomas para o mundo do trabalho — ainda mais no seu ramo, turismo. Para se manter em contato com os idiomas quando não está viajando, costuma assistir a séries e filmes com áudio em inglês e legenda em espanhol.

Qual idioma você quer aprender?
COMECE COM O APLICATIVO BABBEL