Dicas de presentes geek para estudantes de inglês

Não sabe o que dar neste Natal? Nossas dicas de presentes geek para quem está aprendendo inglês podem até salvar quem está sofrendo para aprender!
Escrito Por Joriam Philipe
19/12/2018
Dicas de presentes geek para estudantes de inglês
Ilustrado por Lucille Duchene

Sabe o que é mais poderoso do que falar para o seu filho ou filha que aprender inglês é importante?

Mostrar isso para essa crianças! Colocá-las em uma situação onde queiram falar o melhor inglês possível. Hoje em dia, isso é moleza, com milhares de livros e jogos de qualidade por aí, basta você intencionalmente comprar a versão em inglês.

Mas, claro, aqui na Babbel a gente sabe que nem sempre é fácil estar em dia com o que acontece neste universo, por isso separamos uma lista de sugestões de presentes geek

Livros e jogos 

Livros e jogos de tabuleiro podem ser encontrados em línguas estrangeiras pelo título: em vez de procurar por Harry Potter e a Pedra Filosofal, basta procurar por Harry Potter and the Philosopher’s Stone, por exemplo. Além dos usuais submarinos e mercados livres, o site Estante Virtual é uma boa pedida para livros em outros idiomas. Para jogos de tabuleiro, o site Ludopedia é a grande saída!

Agora, jogos eletrônicos são um pouco mais complicados. Dependendo da plataforma, ou você precisa comprar em uma língua específica ou você consegue trocar o idioma nas configurações do jogo. Varia de caso a caso. Mesmo assim, não desanime! 

Claro, aqui não vamos recomendar jogos de destreza ou corrida — mas sim experiências mais narrativas, que vão exigir compreensão e interpretação de texto. Sem mais delongas, vamos às recomendações:

Nível iniciante

Paper Towns (livro)

Uma clássica aventura adolescente sobre rodas, ao melhor estilo road trip norte-americano. O autor John Green é mais conhecido pelo seu outro livro A culpa é das estrelas, com uma linguagem mais complicada e temas mais pesados. Paper Towns é um lugar muito mais fácil e confortável para se iniciar uma jornada literária.

Temas: sentimentos na adolescência, aventura, escola, relacionamentos

Harry Potter (série de livros)

Sim, você leu certo. Harry Potter não é apenas uma das narrativas literárias mais hipnotizantes dos últimos 100 anos, mas também uma excelente porta de entrada para a leitura em inglês. Com um primeiro livro (Harry Potter and the Philosopher’s Stone) bem simples, numa linguagem tendendo a literatura infantil — a série vai progredindo em complexidade conforme seus personagens vão crescendo. O presente perfeito para um aficionado que nunca pensou em ler os livros na língua original.

Temas: mágica, criatividade, infância

Munchkin (jogo de cartas)

Um jogo simples e divertido, Munchkin é famoso pelo humor de suas cartas: quem joga controla exploradores e guerreiros enfrentando desde um pote de plantas até um dragão de plutônio. As referências a outros jogos e séries é seu ponto mais forte. Fácil de aprender e divertido para absorver vocabulário. Bons pacotes para começar são Munchkin Booty (baseado em piratas) e Munchkin Adventure Time (para fãs do desenho Hora da Aventura)

Temas: rpg, masmorras, referências geek, ficção científica

Stardew Valley (jogo digital)

Uma confissão: esse não é um jogo recente, foi lançado em 2016. Mas se você quer ter certeza que o jogo que você está comprando é bom, essa é sua pedida — ele ganhou todo tipo de prêmio imaginável. Nele você põe os sapatos de um fazendeiro tentando transformar o terreno baldio do seu falecido avô em num grande empreendimento. Pode parecer simplista, mas esse jogo têm muito a oferecer, horas de entretenimento e muito texto.

Temas: fazenda, vida social, gentrificação, vida no campo

Plataformas: Windows, Mac, Playstation4, Nintento Switch, Xbox One, iOs, Android

Nível intermediário

Bernard Cornwell (autor)

Minha primeira leitura de um livro do Cornwell foi aos 15 anos de idade e definitivamente foi uma das grandes influências para que eu me tornasse um ávido leitor. Com romances baseados em fatos históricos reais, Cornwell nos conta como era a vida de um soldado inglês no século V ou a de um Druída no século II. Um bom ponto de entrada é a série sobre o Rei Arthur, começando por The Winter King.

Temas: história, Rei Arthur, batalhas da antiguidade

Betrayal at House on the Hill (jogo de tabuleiro)

Um jogo de tabuleiro único: nele se começa o jogo como uma equipe explorando uma mansão assustadora. Mas, em um certo ponto, alguém será revelado como o traidor do grupo — e começará a jogar contra todas as pessoas do jogo. Um jogo que exige a compreensão de regras um pouco fora da caixa, mas nada muito complexo.

Temas: filmes de terror, interação social

Fallout (série de jogos)

Famosos pelos seus diálogos e histórias cativantes, a série Fallout conta a história de um mundo pós-apocalíptico, onde uma guerra nuclear transformou a face da terra. Com um equilíbrio inigualável entre tragédia e comédia, a série trata de temas complexos como isolamento e impotência perante nações mais poderosas. Seu último lançamento se chama Fallout 76.

Temas: pós-apocaliptico, anos 30, humor, drama

Plataformas: PlayStation 4, Xbox One

An Absolutely Remarkable Thing (livro)

Um livro que beira à ficção científica, AART trata de temas relacionados à internet e crise de atenção que vivemos hoje em dia — mas tudo envolto numa narrativa divertida e cheia de pequenas aventuras. Mesmo com uma linguagem com algumas gírias, nada que o contexto não facilite para a compreensão.

Temas: vida digital, YouTube, atenção, globalização, fama on-line

Nível avançado

Game of Thrones (série de livros)

Com uma linguagem complicada e até mesmo invenção de termos próprios (LINK GOT): essa leitura não é a mais fácil. Mas, se você já viu algum pedaço da série, dá pra entender o poder dessa narrativa. Para quem já leu a série principal, recomendamos o menos conhecido Tales of Dunk and Egg, um outro livro no mesmo universo, porém 80 anos antes dos eventos de Game of Thrones.

Temas: fantasia, política, aventura, batalhas

Atenção — não é para crianças. Cenas de sexo e violência explícitas assim como na série de TV.

Black Stories (jogo de tabuleiro)

Um tipo diferente de jogo — a princípio parece um livro. Uma pessoa lê uma história estranha e assustadora e faz uma pergunta enigmática aos outros. Estes devem desvendar o mistério fazendo perguntas ao primeiro. Claro, tudo fica um pouco mais complicado — e desafiador — em outra língua.

Temas: horror, mistério

Detroid: Become Human (jogo digital)

Um jogo narrativo pesado sobre inteligência artificial e o que significa ser humano. Não é complexo pelo seu vocabulário, mas sim por sua temática filosófica. Ainda assim, uma experiência narrativa de uma qualidade difícil de superar, vai entreter por horas.

Temas: digitalização, inteligência artificial, robótica

Plataformas: PlayStation 4

Terry Pratchett (autor)

Por algum motivo, a mágica de Pratchett — um autor famoso pelo mundo todo — nunca decolou no Brasil. Terry fala sobre os problemas da sociedade usando um universo mágico como pano de fundo. Com um humor sarcástico, absurdo e extremamente britânico, essa é uma recomendação de ouro para quem gosta de outros clássicos ingleses como Monty Python. Bons pontos para começar são: The Colour of Magic (primeiro livro) ou Equal Rites.

Temas: humor, mágica, referências geek, crítica social

Jingle Bells!

Tomara que essas recomendações ajudem o seu Natal a ser ainda mais especial. Se sua lista de Ano Novo tiver um item sobre aprender um novo idioma, você sabe onde procurar.

QUE TAL DAR INGLÊS DE PRESENTE?
DÊ O APLICATIVO DA BABBEL!