Babbel Logo

Comece a falar um novo idioma agora. Experimente de graça!

O que fazer em Berlim? — Guia de Berlim parte 2: Berghain, Monatskarte e Freie Universität

O que fazer em Berlim? Aqui, nesta segunda parte do nosso guia sobre a capital alemã, falamos sobre quanto custa se divertir e se locomover na cidade. Então, vale a pena estudar em Berlim?
Author's Avatar
ESCRITO POR Joriam Philipe
O que fazer em Berlim? — Guia de Berlim parte 2: Berghain, Monatskarte e Freie Universität
Foto de Stefan Widua, Unsplash

“A mais barata das grandes capitais europeias”. Beleza, beleza, um queijo camembert vai custar o equivalente a três reais, mas uma passagem de ônibus já sobre para dez.

Barato para que e para quem?

No último texto, paramos para analisar os valores dos aluguéis e itens comuns dos supermercados berlinenses. Hoje vamos continuar a nossa lista, adicionando transporte público, lazer e estudos.

Novamente: não vou conseguir cobrir todos as preferências e gostos. Estou aqui mais para dar um panorama e oferecer algum tipo de comparação com os preços de outros lugares.

Os valores foram captados em Julho de 2018, então levem em conta que eventualmente eles vão ficar ultrapassados, mas por um tempo ainda vão servir para entender o preço de morar na capital alemã.

Transporte Público

Berlim, como a maioria da Europa, tem um sistema de transporte integrado. Isso quer dizer que com a mesma passagem você pode trocar de um ônibus para o outros ou até mesmo entre diferentes tipos de transporte como metrô, bonde e trem.

Uma particularidade de Berlim é que não existem roletas ou qualquer impedimento entre a rua e o metrô ou outros meios de transporte. Mesmo assim, não se engane: o transporte não é grátis! Fiscais do governo entram em vagões à paisana e fiscalizam os passageiros de tempos em tempos. A multa por estar sem o bilhete é de 60 euros — e mais! Se você for pego três vezes sem um bilhete em um ano, você perde o direito do seu visto!

Se você não tiver o dinheiro com você, eles vão anotar o seu passaporte (e vão cobrar até os confins do mundo, acredite) ou, no pior dos casos, levar você para a delegacia. Não tem muito “jeitinho” por lá, muito cuidado!

Outro detalhe sobre Berlim é que a cidade é muito bem equipada para Fahrrads (bicicletas) — com ciclovias extensas e posicionadas de forma inteligente por todo o canto. Claro, durante o inverno pedalar se torna uma tarefa hercúlea, mas na maioria dos meses é um grande prazer.

Bilhete (zonas AB, o mais básico): 2,80€

Bilhete (zonas ABC): 3,60€

Bilhete de curta distância (três estações de metrô ou seis de ônibus): 1,70€

Bilhete ilimitado diário (zonas AB): 7€

Bilhete ilimitado semanal (zonas AB): 30€

Bilhete ilimitado mensal (zonas AB): 81€

Preço de uma bicicleta nova numa loja de bicicletas: 170-350€

Preço de uma bicicleta usada: a partir de 50€

Uma nota importante: roubo de bicicletas é um crime infelizmente comum em Berlim. Mesmo com uma ampla oferta de bicicletas legitimamente usadas, os mesmos sites são usados para vender as roubadas. Não tem regra de ouro, mas faça o seu melhor para checar a procedência da sua compra.

Lazer

A cidade das boates. A capital europeia da comida de rua. Os bares com as melhores decorações. As festas nos porões. As pequenas galerias de arte que se multiplicam cada vez mais. A feirinha do Mauerpark com karaokê e tudo o mais.

Berlim tem mesmo essa fama de ser uma cidade de fanfarra — e não à toa! O processo histórico que a cidade viveu deu a ela esse tom de festa, de noitada. Se você passar mesmo um dia por lá e no outro for para Munique ou Frankfurt, a diferença é imensa.

Um dos pontos de atração mais característicos de Berlim é a sua boate mais famosa: a lendária Berghain. Mas não vá achando que entrar é moleza. Enquanto no Brasil a peneira é econômica, aqui as boates têm preços acessíveis — mas isso não quer dizer que o acesso é simples. Filas de 1, 2, 3 horas…só para, na sua vez, rejeitarem você sumariamente. Sem motivo, só um nein. Uma possível frustração, mas também uma vez lá dentro… festas que duram 48 horas ininterruptas e fazem você questionar a natureza do espaço e do tempo.

Se essa não for a sua energia, o caráter multicultural da cidade também afeta a culinária. Com restaurantes étnicos de todos os cantos do planeta, opção de cardápio é o que não falta.

Claro, tudo regado pela famosa cerveja alemã! A maioria dos bares servem as cervejas dos lugares mais famosos como a Bavária ou República Checa. Mas, novamente para provar o caráter subversivo de Berlim, você também encontra produções locais que desafiam até mesmo os dogmas de “o que é uma cerveja” da Alemanha.

Entradas:

Boate Berghain: 18€

Boate Kater Blau: 15€

Boate Sisyphos: 15€

 

Culinária alemã (preço por prato principal):

Restaurante Mark Brandenburg, bairro Kreuzberg: 16-25€

Restaurante Knofel, bairro Prenzlauer Berg: 7,50-16€

 

Culinária vietnamita:

Restaurante Chay Village, bairro Schöneberg: 6,50-9,50€

Restaurante Lemongrass, bairro Mitte: 7,50-12€

 

Culinária indiana:

Restaurante Avtaar, bairro Neukölln: 9,50-11,50€

Restaurante Agra, bairro Moabit: 7,50-10€

 

Hamburgueria:

Restaurante BRGRS BRGRS, bairro Prenzlauer Berg: 7-9,50€

Restaurante Jim Block, bairro Wilmersdorf: 7,50-10€

 

Cerveja (chopp 500ml):

Bar Keith, bairro Neukölln: 4-5,50€

Bar Tirrée, bairro Moabit: 3-4,50€

Bar Raumklang, bairro Friedrichshain: 4-5,50€

Bar Salut!, bairro Schöneberg: 3,50-4,50€

Estudos

Procurada por muitos intercambistas do mundo todo, grande parte da fama acadêmica de Berlim vem de sua maior e mais renomada universidade: a Freie Universität (Universidade Livre de Berlim). Mas, claro, como toda grande capital internacional, a cidade está cheia de cursos especializados, pós-graduações e diversas outras universidades — tanto públicas quanto privadas.

Aqui na Alemanha, como no Brasil, o ensino público é renomado e procurado pelos jovens. Além da qualidade, um grande motivador para essa procura são os altíssimos preços das universidades particulares.

Outro grande atrativo que traz estudantes do mundo todo é a combinação entre os preços baixos da cidade com a ampla oferta de cursos de alemão. Berlim acaba sendo um destino para quem está planejando um curso intensivo ou mesmo quem quer estudar uma língua enquanto viaja para outros destinos europeus.

Universidades (preço por semestre):

Graduação, Freie Universität (pública): 100€

Graduação, Humboldt University of Berlin (pública): 100€

Graduação, SRH Hochschule Berlin: 4000-5000€

Mestrado, Technische Universität Berlin: 100€

Mestrado, Hochschule für Technik und Wirtschaft: 1800-2300€

MBA, ESMT Berlin: 15000€

Cursos de alemão (por 4 semanas de curso intensivo):

Escola Sprachmafia, bairro Neukölln: 235€

Escola Goethe Institut, bairro Mitte: 1150€

Escola Logo Sprachenschule, bairro Prenzlauer Berg: 552€

Escola F+U berlin, bairro Kreuzberg: 500€

Afinal, é barato?

Ao final do nosso segundo texto sobre o real preço de Berlim, já podemos ter uma idéia do quanto custa morar na cidade — e quanto custaria para se mudar para lá, seja por estudos ou trabalho. Claro que existem opções mais baratas e mais caras pela Alemanha e Europa como um todo, mas vale lembrar que a fama de “capital barata” e “burburinho cultural” que Berlim tem não é à toa. Berlim segue sendo um destino interessante e cheio de oportunidades — especialmente se você estiver cogitando aprender alemão.

VOCÊ QUER APRENDER ALEMÃO?

BAIXE O APLICATIVO DA BABBEL

Qual idioma você gostaria de aprender?