Fale um idioma como sempre sonhou

Aprenda idiomas como nunca. Baixe o aplicativo gratuitamente!

Escolha um idioma – a primeira lição de cada curso é grátis!

Que tipo de estudante você é? Descubra a melhor forma de tornar o seu aprendizado mais eficiente

O que influencia na hora de estudar um novo idioma? Listamos aqui algumas coisas a serem consideradas antes de você escolher sua técnica de estudo.

Escrito por Giulia Depentor

Mesmo que não seja muito original falar isso, viver no exterior é uma experiência incrivelmente enriquecedora. Mas, se você está prestes a mudar de país – ou já está caminhando pelas ruas desconhecidas de sua nova cidade – você deve saber que este sentimento de leve desorientação misturado com felicidade é algo que vai ficar na sua memória para o resto de sua vida. Você está tendo uma oportunidade fantástica e tem de tirar o maior proveito disso, para não se arrepender depois, com o passar dos anos e o aumento das responsabilidades (o que alguns chamam de vida adulta). Agora você tem a chance de crescer, estimular a sua curiosidade e conhecer diferentes culturas e pessoas. Não é incrível?

Mas primeiro existem alguns passos a serem seguidos, você não pode simplesmente ir e esperar que as coisas aconteçam, especialmente se você não sabe se comunicar bem no seu novo idioma.

Nós sabemos que aprender uma língua pode ser um grande desafio, e pode também ser frustrante se for conduzido de forma errada. Então, pare um segundo e pense: que tipo de estudante você é? Isso vai facilitar muito a sua vida, acredite!

Introvertido X Extrovertido

Em um festa, você gosta de ficar no meio das pessoas ou discretamente em um canto? Você fala com todo mundo que encontra ou só com as pessoas que você realmente conhece? E o que dizer sobre o final de semana: em casa de boa ou na rua o tempo todo?

Ao analisar algumas das suas respostas, você já consegue identificar se é uma pessoa introvertida ou extrovertida, algo que pode, com certeza, interferir no modo como você aprende um novo idioma. Isso não significa que qualquer um dos tipos de personalidades é melhor ou pior, inclusive existe um terceiro tipo chamado "ambivertido" que possui igualmente características de ambos.

No entanto, a sua personalidade pode interferir no modo como você aprende um novo idioma. Se você é uma pessoa introvertida, por exemplo, provavelmente você não vai se sentir muito confortável quando precisar se expor falando o seu novo idioma. Talvez dominar um pouco mais a gramática possa ajudar você a se sentir mais confiante na hora de falar. Já uma pessoa extrovertida talvez aprenda de modo mais eficiente por "tentativa-erro", uma vez que o mais importante para ela é se comunicar. Uma forma mais empírica de aprender seria mais adequada.

E então, você é uma pessoa extrovertida ou introvertida?

Relaxado X Disciplinado

Se você prefere não "mudar a sua vida" para aprender um novo idioma, tenta adaptar as horas de estudo à sua agenda (normalmente cheia), e espera que suas habilidades linguísticas melhorem uma hora ou outra, mesmo sem se dedicar majoritariamente a isso, você é certamente um estudante relaxado. Isso não significa que você não queira aprender, mas seu estilo de vida e hábitos de estudo ou aprendizado geralmente entram em conflito.

De modo contrário, se você transforma o aprendizado de um novo idioma em sua mais nova obsessão, estuda o máximo que pode, adora aumentar sua lista de vocabulário e adapta a sua rotina diária para se dedicar aos estudos, podemos dizer que você tende a ser um estudante disciplinado.

As duas atitudes têm seus prós e contras, e um equilíbrio entre ambas seria o ideal para você não relaxar tanto a ponto de não aprender nem focar tanto no idioma a ponto de perder sua vida social.

Você é um estudante relaxado ou disciplinado?

Visuais X Auditivos X Cinestésicos

Existem basicamente três formas de aprendizado: visual, auditiva e cinestésica.

Os estudantes visuais, como o próprio nome diz, aprendem melhor com referências gráficas, como ilustrações, diagramas e desenhos. Para esse grupo de estudantes, anotar tudo que o que está sendo aprendido e ter silêncio na sala de aula também é igualmente importante. Geralmente são pessoas que possuem uma boa memória fotográfica.

Já os auditivos se ligam mais aos sons, às explicações faladas de forma clara. Para eles, treinar em voz alta o que aprenderam ajuda a fixar melhor na memória o conteúdo em questão. Geralmente são pessoas que conseguem ter sotaque minímo ou quase inexistente quando falam outro idioma, pois para aprender necessitam ouvir muito mais.

Por fim os cinestésicos são os alunos que aprendem fazendo, de preferência com exercícios que saiam um pouco da velha rotina de sentar em uma cadeira, e que tenham algum tipo de ação, jogo ou atividade prática. Esse tipo de estudante necessita de movimento, mas se isso não for possível, pelo menos pausas durante o aprendizado. Técnicas como post-its com nomes dos objetos ou qualquer referência palpável no novo idioma ajuda na hora de fixar na memória os novos conteúdos.

Você é um estudante visual, auditivo ou cinestésico?

Se você está morando fora, dominar o idioma local com certeza vai ajudar na integração social e fazer você se sentir mais em casa. Mas, falar uma nova língua é apenas um dos aspectos de sua viagem, confira o site InterNations para também se conectar com outras pessoas, que como você também são estrangeiros na sua cidade.

Que tipo de estudante você é?

Você é introvertido, disciplinado e visual? Ou extrovertido, relaxado e cinestésico?

Introvertido, auditivo e relaxado? Extrovertido, disciplinado e visual?

No fim, o que importa é descobrir qual o seu tipo e utilizar técnicas de aprendizagem adequadas ao seu perfil. Todos apresentam pontos positivos e podem ser melhor desenvolvidos com consciência da técnica certa.

Não procure o melhor método, mas o melhor método para você!

Nossa dica:

Pode ser frustrante conciliar a forma como você aprende com a de outros de colegas de classe. Aprender com o aplicativo da Babbel pode ajudar nessa hora, já que ele permite que você crie sua rotina de estudos. Você pode navegar pelo aplicativo de forma flexível, fazer os cursos que você considera mais interessantes e ainda revisar o que foi aprendido a qualquer hora. Além disso, a praticidade de poder acessar em qualquer lugar é uma mão na roda.

Quer turbinar o seu aprendizado de idiomas? Primeiro passo: descubra qual tipo de estudante você é. Segundo passo: baixe o aplicativo da Babbel!

Quer aprender um novo idioma?

Comece com o aplicativo Babbel