10 dos livros mais traduzidos no mundo

Livros são uma fascinante fonte de conhecimento, também sobre o mundo infantil. Descubra 10 dos livros mais traduzidos no mundo. A maioria deles são livros infantis.
10 dos livros mais traduzidos no mundo

Basta entrar em uma livraria para perceber: boa parte dos livros disponíveis nas estantes foram originalmente escritos não em português, mas em um outro idioma.  Em países como os Estados Unidos, porém, apenas 3 por cento dos livros publicados são traduções. Seja como for, ter um livro traduzido é uma honra e tanto para quem o escreveu. O que dizer então das obras que já foram traduzidas para centenas de idiomas? Não é qualquer escritor ou escritora que consegue esse feito. É preciso ter muito talento para conseguir que seu livro se torne uma das obras mais traduzidas de todos os tempos.

A seguir, apresentamos uma relação com 10 dos títulos mais traduzidos ao redor do planeta. De fora da lista ficaram as obras de conteúdo religioso. Mas vale a pena mencionar que a bíblia é, de longe, o livro mais traduzido do mundo.

10. Pippi Långstrump (Escrito por Astrid Lindgren)

Idioma original: sueco | Número estimado de idiomas: 70

Publicado no Brasil como Píppi Meialonga, este livro (ou melhor, esta série de livros) é uma boa forma de começar nossa lista. Trata-se de uma obra infantil que já foi traduzida para inúmeros idiomas. Píipi Meialonga é uma garota que mora sozinha, pois sua mãe é falecida e seu pai é marinheiro. Dona de uma força sobre-humana e de um macaco chamado Herr Nilsson, Píppi costuma fazer tudo o que as demais crianças fazem. Mesmo 70 anos depois de seu lançamento, esta série de livros continua sendo muito popular.

A expedição Kon-Tiki
A expedição Kon-Tiki, Thor Heyerdahl, 1948

9. Kon-Tiki Ekspedisjonen (Escrito por Thor Heyerdahl)

Idioma original: norueguês | Número estimado de idiomas: mais de 70

Por não se tratar nem de um livro infantil nem de um romance que mudou a história da literatura, A expedição Kon-Tiki é uma espécie de ovelha negra nesta lista.  O livro conta a história (real) da viagem que Thor Heyerdahi fez no ano de 1947, do Peru à Polinésia, a bordo de uma espécie de jangada e com a companhia de uma pequena tripulação. Heyerdahl embarcou nessa jornada para mostrar que a Polinésia pode ter sido povoada por habitantes da América do Sul que teriam atravessado o Pacífico. Sua viagem é parte de um projeto que defendia a ideia de que as civilizações antigas eram mais conectadas entre si do que se poderia imaginar. Na época de seu lançamento, o livro se tornou um bestseller. Hoje em dia, já não é tão conhecido.

8. Harry Potter (Escrito por J.K. Rowling)

Idioma original: inglês | Número estimado de idiomas: 80

Que Harry Potter já tenha sido traduzido a tantos idiomas não é novidade para ninguém. De toda forma, trata-se do livro mais recente nesta lista. A história do bruxo e de seus amigos que se unem para lutar contra o mal marcou a infância e a adolescência de muitos leitores nas últimas duas décadas. O livro chegou recentemente à sua octagésima tradução — língua ânglica escocesa—, e o número de idiomas em que está disponível certamente continuará a aumentar.

7. Les Aventures de Tintin (Escrito por Hergé)

Idioma original: francês | Número estimado de idiomas: 115

As aventuras de Tintim são uma série de histórias em quadrinhos criadas pelo escritor belga Hergé e publicadas entre 1929 e 1976. Essas histórias narram as aventuras vividas pelo repórter Tintim e seu cachorro, Milu. Parte do interesse que o mundo tem por essa obra se deve ao fato de o personagem Tintim estar sempre viajando por diversos países. Para compor suas histórias, Hergé se apoiou em inúmeras pesquisas. Dessa forma, não é exagero dizer que o personagem Tintim consegue representar vários povos e culturas. No entanto, a representação de africanos e uma certa simpatia pela ideologia nazista mostrada nas primeiras histórias são temas controversos.

6. Astérix le Gaulois (Escrito por René Goscinny, Albert Uderzo e Jean-Yves Ferri)

Idioma original: francês | Número estimado de idiomas: 116

Asterix é uma série de histórias em quadrinhos que surgiu na França no ano de 1959 e já foi traduzida para 115 idiomas.  O personagem-título das histórias é um guerreiro gaulês empenhado em defender a aldeia onde vive das invasões romanas ocorridas no ano 50 a.C. Asterix é muito famoso na Europa central, já que o humor contido nas histórias se refere especialmente aos povos daquele continente. Porém, isso não impediu que a obra conquistasse leitores em todo o planeta.

Dom Quixote de la Mancha
Dom Quixote de la Mancha, Miguel de Cervantes, 1605

5. El Ingenioso Hidalgo Don Quijote de la Mancha (Escrito por Miguel Cervantes)

Idioma original: espanhol | Número estimado de idiomas: mais de 145

Dom Quixote de la Mancha, um romance de grande prestígio internacional, é o livro mais antigo desta lista e foi escrito em duas partes: a primeira, em 1605; a segunda, dez anos mais tarde. Muita gente poderia pensar que o elevado número de traduções se deve ao fato de a obra existir há tanto tempo, mas a verdade é que Dom Quixote é um enorme sucesso desde seu lançamento. A primeira tradução para o inglês, por exemplo, foi publicada em 1612, três anos antes do surgimento da segunda parte do livro. Considerada o primeiro romance moderno, a obra é leitura obrigatória para todos aqueles que se interessam por literatura, independentemente do idioma.

4. Andersen’s Fairy Tales (Escrito por Hans Christian Andersen)

Idioma original: dinamarquês | Número estimado de idiomas: mais de 160

É difícil mensurar o impacto da obra de Hans Christian Andersen em escala mundial: seus contos de fadas são onipresentes. Os mais famosos deles, entre os quais podemos citar “A roupa nova do imperador”, “O patinho feio” e “A princesa e a ervilha”, inclusive se tornaram simbólicos, em razão das lições de moral que apresentam. Isso tudo sem falar nos contos que já foram adaptados ao cinema, como “A pequena sereia”. Ao longo de sua vida, Andersen escreveu uma infinidade de contos — e esses contos viajaram por todas as partes.

3. Alice’s Adventures in Wonderland (Escrito por Lewis Carroll)

Idioma original: inglês | Número estimado de idiomas: 174

Desde sua primeira publicação, em 1865, Alice no País das Maravilhas tem cativado tanto o público adulto quanto o público infantil. À primeira vista, a história de uma garota de 8 anos que se perde e acaba descobrindo um mundo mágico pode parecer simples, mas a verdade é que o livro está repleto de problemas matemáticos complexos e de jogos de palavras que conquistam até mesmo as pessoas que já não se identificam com Alice. Esta obra inspirou inúmeras adaptações, incluindo a recente franquia do cineasta Tim Burton.

As aventuras de Pinóquio
As aventuras de Pinóquio, Carlo Collodi, 1881

2. Le Avventure di Pinocchio (Escrito por Carlo Collodi)

Idioma original: italiano | Número estimado de idiomas: mais de 260

Hoje em dia, é possível que mais gente tenha assistido ao filme Pinóquio, produzido pela Disney, do que lido o livro em que a história está baseada. De toda forma, As aventuras de Pinóquio são um sucesso entre leitores e leitoras de todo o mundo desde o ano de sua publicação, 1883. A história de um boneco de madeira que ganha vida inspirou inúmeras adaptações para a telona. Só no ano de 2018 foram produzidos três filmes do Pinóquio.

1. Le Petit Prince (Escrito por Antoine de Saint Exupéry)

Idioma original: francês | Número estimado de idiomas: 300

O pequeno príncipe é o livro infantil mais lido de todos os tempos — e suas inúmeras traduções são uma prova disso. A história de um piloto que cai com seu avião em um deserto e conhece um pequeno príncipe que está viajando pelas galáxias continua cativando gerações e gerações de pessoas. O estilo simples, o enredo fantástico e as análises sobre a natureza humana fizeram com que este se tornasse o livro não religioso mais traduzido do planeta.


Você gostou desse artigo? Então, confira outros textos que levarão você por uma viagem através dos livros e ainda ajudarão no aprendizado de idiomas:

LEIA MAIS EM INGLÊS!
Author Headshot
Thomas Moore Devlin
Thomas cresceu na suburbana Massachusetts, e se mudou para Nova York para fazer faculdade. Ele estudou Literatura Inglesa e Linguística na Universidade de Nova York, mas passou grande parte do seu tempo trabalhando em um jornal de estudantes. Por causa disso, ele tem opiniões duras sobre o guia de estilo da AP. No seu tempo livre, ele gosta de ler e às vezes se irrita com algumas coisas no twitter. Ele também passou muito tempo tentando aprender espanhol e sabe um pouquinho de alemão.
Thomas cresceu na suburbana Massachusetts, e se mudou para Nova York para fazer faculdade. Ele estudou Literatura Inglesa e Linguística na Universidade de Nova York, mas passou grande parte do seu tempo trabalhando em um jornal de estudantes. Por causa disso, ele tem opiniões duras sobre o guia de estilo da AP. No seu tempo livre, ele gosta de ler e às vezes se irrita com algumas coisas no twitter. Ele também passou muito tempo tentando aprender espanhol e sabe um pouquinho de alemão.

Artigos recomendados

Apresentando “So ist Berlin” – nosso mais novo podcast para quem está aprendendo alemão

Apresentando “So ist Berlin” – nosso mais novo podcast para quem está aprendendo alemão

Siga a especialista em idiomas Karina em uma jornada pela cidade que nós, na Babbel, chamamos de casa e aprenda e melhore seu alemão pelo caminho.
Escrito Por Babbel
Venha viajar pelo mundo anglófono com nosso mais novo podcast,”English Trips”

Venha viajar pelo mundo anglófono com nosso mais novo podcast,”English Trips”

Com histórias verdadeiras de falantes nativos, você pode treinar a escuta do idioma inglês e descobrir fatos interessantes sobre outras culturas.
Escrito Por Babbel
Podcast em inglês: Famous Last Words

Podcast em inglês: Famous Last Words

Pratique seu inglês com as histórias divertidas do novo podcast de inglês da Babbel.
Escrito Por Babbel