Os 7 idiomas mais competitivos no mundo dos negócios, e a importância do inglês no mercado de trabalho

Atualmente, quem fala apenas um idioma fica para trás no mundo dos negócios. Listamos aqui os idiomas que podem catapultar a sua carreira.
25/04/2020
Os 7 idiomas mais competitivos no mundo dos negócios, e a importância do inglês no mercado de trabalho

Ilustrado por Jana Walczyk

Durante a árdua tarefa de procurar um emprego, muitos de nós nos deparamos com o “emprego dos sonhos”. No entanto, esse sonho dura até lermos as exigências do trabalho: ser fluente em um segundo idioma, ou melhor, em um segundo idioma específico. Vamos falar hoje sobre a importância do inglês no mercado de trabalho, e como cada vez mais outras línguas estão se tornando tão relevantes quanto essa. Leia mais para descobrir quais são as melhores línguas para o mercado de trabalho!

Nos dias de hoje o mercado de trabalho, cada vez mais competitivo, exige dos candidatos inúmeras competências que no futuro poderiam vir a agregar valor à empresa. Sem dúvidas nos dias atuais, um dos maiores assets que um candidato em potencial pode trazer para empresas, e que pode colocá-lo à frente da competição por uma vaga de trabalho é a fluência em um segundo (ou mais) idiomas.

É realmente uma pena deixar aquela vaga de lado e colocar o seu sonho para escanteio, apenas pelo fato de não se ter outros idiomas no currículo. Apesar da fluência em português já oferecer uma vantagem no mercado de trabalho (como detalharemos), destacaremos também a importância de se ter o Inglês no currículo, e alguns outros idiomas que listamos abaixo, que poderão abrir nova oportunidades para sua carreira.

Descubra mais sobre a importante relação entre aquela tão sonhada entrevista de emprego e a possibilidade de usar a sua fluência em outros idiomas como um diferencial que poderá impressionar o seu recrutador e te botar à frente da competição para aquela tão sonhada vaga de trabalho!

Veja abaixo quais são as 7 melhores línguas para o mercado de trabalho:

Mandarim

A influência global do mandarim vem crescendo, e não é de hoje. Graças ao crescimento contínuo e rápido da economia chinesa, não basta mais ter somente o Inglês no currículo como um dia já foi mais do que suficiente – A importância do inglês no mercado de trabalho hoje tem o mandarim lado a lado em relevância, e é considerado o segundo idioma mais importante no mundo dos negócios.

Mandarim também é um dos idiomas mais procurados como língua estrangeira entre empregadores do mundo todo, mas considerado particularmente díficil de aprender. E, por isso mesmo, proficiência em mandarim é uma habilidade que vai destacar você diante de qualquer recrutador.

Vale lembrar também dos recentes acordos bilaterais entre o Brasil e China, e que temos essa gigante asiática como aliada em muitos negócios. A comunidade chinesa no Brasil também é significativa, atualmente em sua quarta onda de imigração.

Alemão

Outra das melhores línguas para o mercado de trabalho, para qualquer pessoa que queira trabalhar na Europa, é sem dúvidas o Alemão. Investir no aprendizado de alemão pode compensar, e muito: a Alemanha tem a maior economia da União Europeia, e alemão é o idioma oficial de diversas nações centrais do continente. No total, são 130 milhões de falantes de alemão no mundo todo.

Empresas alemãs também são tidas como referência quando o assunto é qualidade, geralmente se posicionando no topo do ranking das suas respectivas indústrias (pense em Allianz Worldwide, Deutsche Bank Group e BMW).

A Alemanha ficou em terceiro lugar do WE Forum Power Language Index em termos de oportunidades econômicas, enquanto o site de procura de empregos britânicos Adzuna classificou a língua alemã como uma das “mais lucrativas para se aprender”. A importância do Inglês no mercado de trabalho caminha lado a lado com a importância da língua Alemã. Imagine ter o Inglês no currículo, e, ainda de quebra, aprender o Alemão como uma terceira língua, tão poderosa no mercado de trabalho. Seria uma combinação poderosa que poderia te abrir muitas portas.

QUER APRENDER ALEMÃO?

Espanhol

Geograficamente falando, o espanhol oferece – de longe! – mais vantagens do que qualquer outro idioma na hora de viajar e se comunicar internacionalmente.

Além de ser um dos idiomas mais fáceis para falantes nativos de português, há 400 milhões de falantes nativos de espanhol no mundo todo, além de várias partes do mundo proverem serviços também em espanhol.

E para trazer uma análise sobre os trópicos: o espanhol é a língua oficial de economias em plena expansão, como Equador, Peru e Paraguai. O idioma também é útil para quem quiser ir morar nos Estados Unidos, onde a expectativa é de que a população hispânica dobre até a metade deste século, ficando na casa dos 70 milhões de falantes.

QUER APRENDER ESPANHOL?

Português

A demanda por falantes nativos de português cresceu devido ao crescimento econômico do Brasil nos últimos anos. Uma análise do British Council prevê que o seu PIB vai superar o da França e Reino Unido até 2020. Além disso, a cultura brasileira foi o foco das atenções por causa da Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, mas será o seu idioma, e não o legado nos esportes, que mais vão ajudar seus cidadãos.

É a segunda língua mais falada na América Latina, além de ter aproximadamente 215 milhões de falantes no mundo todo, também é o idioma que mais cresce na Europa.

Diversos países africanos, incluindo África do Sul, Zâmbia, Namíbia, Senegal e a República Democrática do Congo ensinam português em suas escolas, enquanto a UNESCO afirma que o idioma tem um dos melhores potenciais para crescimento internacional na África.

A nossa grande vantagem, óbviamente é o fato de ser a nossa língua nativa, e isso já é um grande diferencial por si só. A importância do Inglês no mercado de trabalho pode ser enorme, mas o Português também não está muito atrás em termos de relevância, então pelo menos você já pode ir lá no seu currículo e colocar Português nativo como nível de fluência, sem muito esforço. 🙂

Agora que você já sabe sobre a importância do Inglês no mercado de trabalho, que tal adicionar o Inglês no currículo? Veja como a Babbel pode te ajudar. Dê uma olhada no nosso curso de inglês, a primeira aula é por nossa conta!

Como os negócios estrangeiros continuam a crescer no mercado brasileiro e vice-versa, as mais novas rotas de comércio vão terão uma crescente demanda por tradutores e intérpretes.

Japonês

Para qualquer pessoa que queira ingressar nos ramos de ciência e tecnologia, falar japonês pode abrir portas. Foi recentemente apelidado de “a língua dos robôs” devido ao progresso notável do Japão na área de desenvolvimento e integração de robôs à força de trabalho.

Existem aproximadamente 125 milhões de falantes nativos de japonês, e por mais que não ofereça as mesmas vantagens do espanhol na hora de viajar, o Japão é a terceira maior economia mundial. O Japão também é altamente conceituado por suas inovações tecnológicas: ser fluente neste idioma pode garantir oportunidades interessantes nesta área.

Um dado interessante: a comunidade nipo-brasileira é a maior comunidade japonesa fora do Japão, com cerca de 326 mil japoneses e seus descendentes vivendo em São Paulo

Francês

Embora o número the falantes de francês tenha diminuído na Europa, o idioma está mais presente em outras partes do mundo, incluindo a África, onde algumas de suas economias mais crescentes o reconhecem como idioma oficial. O continente africano poderia catapultar o número de falantes de francês para mais de 700 milhões até 2050.

Francês também é chave para a diplomacia internacional. Ele é tido como o idioma oficial tanto das Nações Unidas quanto da Organização Mundial do Comércio, além de ser a segunda melhor língua para se viajar. Para quem quer trabalhar com turismo, as perspectivas de emprego são muito melhores se você falar francês.

QUER APRENDER FRANCÊS?

Árabe

Árabe tem quase 300 milhões de falantes no mundo todo, sendo a porta de entrada para o Oriente Médio, onde muitos fazem fortunas nos ramos de energia, construção e imobiliária. Diversos países reconhecem o árabe como sua língua oficial, e muitos deles são potências econômicas que fazem negócios bilionários com países como os Estados Unidos e o Reino Unido anualmente.

Aprender árabe pode ser um grande desafio, já que é um idioma bastante diferente dos idiomas indo-europeus. No entanto, ter este idioma no seu currículo vai destacar você definitivamente.

Outro fato interessante: o Oriente Médio é uma das regiões com maior crescimento em consumo de internet, ou seja, ser capaz de traduzir e prover serviços digitais para o mundo árabe pode ser uma mina de ouro!

Qual idioma você quer aprender?
Comece com o aplicativo Babbel