As 15 bibliotecas mais lindas do mundo

Será que o livro impresso está mesmo ameaçado de extinção? A julgar pelas bibliotecas, tudo indica que não.
As mais belas bibliotecas do mundo

Quando viajamos, costumamos priorizar visitas a museus interessantes, lugares turísticos e monumentos históricos. Geralmente nos esquecemos de incluir bibliotecas a nossa lista, o que pode ser um erro e tanto. Afinal, além de guardarem importantes tesouros culturais e manuscritos valiosos, bibliotecas muitas vezes contam com magníficos interiores, afrescos e obras de arte executados por grandes pintores e arquitetos. É por essa razão que organizamos um tour para que você conheça as bibliotecas mais bonitas do mundo.

Fontes inesgotáveis de conhecimento e informações para as gerações futuras, as bibliotecas costumam abrigar milhões de mídias sobre uma variedade infinita de tópicos. Em todo o mundo, dezenas de grandes bibliotecas preservam evidências da história. Eles desafiam o tempo e oferecem a seus visitantes e leitores uma experiência extraordinária.

Confira nosso virtual pelas bibliotecas mais lindas do mundo

Dokk1, Dinamarca

Combinação perfeita de qualidade e quantidade, a biblioteca Dokk1, situada em um edifício poligonal às margens de um rio em Aarhus, a segunda maior cidade dinamarquesa, foi eleita a melhor biblioteca pública do mundo em 2016. Com seus 30.008 metros quadrados, essa é também a maior biblioteca da Escandinávia. A construção de vidros transparentes está rodeada por uma enorme área exterior e conta com quatro zonas de recreação, as chamadas Kloden (“Globo”, em português), além de diversos espaços para descanso.

https://www.instagram.com/p/CWN7QoHoTnm/

Stockholms stadsbibliotek, Suécia

A Biblioteca Nacional de Estocolmo foi projetada pelo arquiteto Gunnar Asplund (1885-1940). Asplund é também conhecido por seu Skogskyrkogården (“Cemitério Florestal”), declarado patrimônio mundial pela Unesco. A biblioteca impressiona pelo imponente edifício principal, chamado de “Rotunda” por causa de sua forma. O salão abriga cerca de 40 mil livros, entre os quais se encontram diversos títulos de literatura narrativa em línguas nórdicas, minoritárias e “clássicas”: inglês, alemão e francês. O teto branco lembra um céu nublado e reflete a luz que entra pelas janelas altas do salão.

Vennesla bibliotek og kulturhus, Noruega

Uma das bibliotecas mais bonitas do mundo fica em Vennesla, na Noruega. Inaugurada em 2011, trata-se de um importante local para concertos, peças de teatro e exibição de filmes, sendo por isso também conhecida como kulturhus (“Casa da Cultura”). As 27 vigas de madeira que sustentam o teto são marca registrada do edifício e parecem formar o esqueleto de uma baleia. (Será que os arquitetos que o projetaram eram fãs de Moby Dick?)

Stacja Kultura, Polônia

Em português, Stacja Kultura significa “Estação da Cultura”. Esse nome se deva ao fato de a biblioteca estar localizada em uma estação de trens que continua em funcionamento. Após a mais recente reforma, as ruínas da antiga estação sofreram uma transformação arquitetônica. Hoje em dia, a Stacja Kultura é a sede da biblioteca pública da cidade polonesa de Rumia.

Quem vê o edifício de fora não consegue imaginar o que há por dentro. É por isso que o projeto inovador que une estação de trem, biblioteca pública e centro cultural em um único espaço merece ser visitado.

РОССИЙСКАЯ НАЦИОНАЛЬНАЯ БИБЛИОТЕКА, Rússia

Para quem gosta de ler, as melhores bibliotecas do mundo são feitas de prateleiras intermináveis que chegam ao teto e escadas para deslizar de uma fileira de livros para a outra (como no clássico A Bela e a Fera). A Biblioteca Nacional de São Petersburgo é exatamente assim.

Fundada em 1795 pela czarina Catarina II, essa biblioteca contém cerca de 36 milhões de livros, entre os quais títulos de Voltaire e sua coleção única de obras do Iluminismo.

https://www.instagram.com/p/CFMLVWOnbxw/

Beyazıt Devlet Kütüphanesi, Turquia

Primeira biblioteca pública da Turquia, a Biblioteca Nacional de Beyazıt foi fundada em 1884 durante o reinado de Abdulamide. Com sede em Istambul, ela se divide em dois edifícios históricos em frente à Praça Beyazıt, nas proximidades da mesquita Bayezid e do bazar de livros de segunda mão Sahaflar Çarşısı.

Seu acervo inclui mais de 1 milhão de documentos e 5 mil audiobooks. A sala de leitura única com sua atmosfera atemporal promove silêncio e concentração.

Kloster Wiblingen, Alemanha

Concluída no século 11, a magnífica biblioteca de estilo barroco está localizada em uma antiga abadia beneditina da cidade de Ulm, no sul da Alemanha.  Com 72 metros de comprimento, ocupa a ala norte do mosteiro de Wibligen. Numerosos afrescos, estátuas e impressionantes colunas de mármore coloridas adornam o salão da biblioteca e fazem dele uma obra-prima rococó. Atualmente, o mosteiro é sede da faculdade de medicina da Universidade de Ulm.

TU Delft, Holanda

A Biblioteca da Universidade de Tecnologia de Delft consiste na maior coleção de livros técnicos e científicos da Holanda. O edifício é particularmente eficiente no que se refere à geração e ao uso de energia. O telhado de grama tem um efeito isolante, evitando grandes variações de temperatura. No verão, a lenta condensação da água da chuva cria um resfriamento natural. No centro da biblioteca há um cone gigante. Dele, é possível ver a estante gigantesca que vai do térreo ao teto.

Recomendamos visitar a biblioteca em um dia ensolarado, para que você possa se deitar no gramado verde que se funde ao telhado do edifício.

BnF, França

A Bibliothèque Nationale de France (BnF) é uma das maiores bibliotecas públicas e acadêmicas do mundo. Ao longo de sua história, sempre abrigou coleções de livros nacionais e internacionais para o público em geral.

Um setor especial da biblioteca é o chamado l’Enfer (“Inferno”, em português), no qual estão guardados livros e manuscritos de conteúdo erótico e pornográfico. Essas preciosas raridades, porém, só podem ser vistas com a permissão prévia da biblioteca.

Biblioteca Nazionale Marciana, Itália

A Libreria Sansoviniana, também conhecida como Biblioteca Nazionale Marciana di Venezia, é uma das maiores e mais importantes bibliotecas italianas. O arquiteto Sansovino começou a construir o palácio que abriga a biblioteca em 1537. Magníficas obras de Tiziano, Veronese e Tintoretto adornam as paredes e tetos do edifício.

Esta biblioteca abriga riquíssimas coleções de manuscritos gregos, latinos e orientais de todo o mundo.  Entre as obras mais valiosas estão dois manuscritos da Ilíada dos séculos 5 e 6. Especializada em história veneziana e filologia clássica, esta biblioteca conta também com uma importante coleção de mapas antigos.

Biblioteca Escuelas Pías, Espanha

Fundadas em 1729, as Escuelas Pías de San Fernando, em Madri, eram originalmente um conjunto de escolas dedicadas à educação de crianças pobres. Por oferecerem educação de alto nível e conceitos pedagógicos inovadores, não demorou para essas escolas ganharem importância. Aqui funcionou, entre outras, a primeira escola para surdos e mudos da Espanha.

Mais tarde, o edifício foi convertido em igreja e hoje é sede de uma das mais belas bibliotecas da Espanha e do mundo. Suas salas bem iluminadas, com paredes de tijolos aparentes, abrigam uma grande coleção de obras sobre antropologia, ciência política e sociologia.

John Rylands Library, Inglaterra

A enorme biblioteca universitária John Rylands Library, da Universidade de Manchester, é um dos edifícios mais impressionantes do renascimento gótico. De fora, pode ser facilmente confundido com uma igreja ou mesmo uma catedral, mas seu interior abriga centenas de milhares de livros. Entre eles podemos citar obras antiquíssimas, como a Bíblia de Gutenberg e a primeira versão impressa dos Contos de Canterbury, de Caxton.

Real Gabinete Português de Leitura, Brasil

O Real Gabinete Português da Leitura é uma joia escondida em pleno centro do Rio de Janeiro. A biblioteca foi construída em estilo neomanuelino. Quatro estátuas de exploradores portugueses – Pedro Álvares Cabral, Luís de Camões, Infante Dom Henrique e Vasco da Gama – adornam o exterior em pedra calcária.

A fachada é impressionante, mas o interior é realmente de tirar o fôlego. Em julho de 2014, foi eleita a quarta biblioteca mais bonita do mundo pela revista Time.

Perpustakaan Nasional RI, Indonésia

A Biblioteca Nacional da Indonésia abriga a maior coleção de livros de todo o país. Localizada em Jacarta, ocupa um edifício de 27 andares, cada um com um departamento.

Se você não conseguir escolher um livro, siga para o 21º ou 22º andar: lá você encontrará uma grande variedade de obras, de ficção a não-ficção. 

Beinecke Rare Book and Manuscript Library, Estados Unidos

A Beinecke Rare Book and Manuscript da Universidade de Yale abriga, como seu nome indica, uma importante coleção de manuscritos antigos e livros raros. Trata-se de um dos maiores arquivos literários do mundo, é visitado por estudantes e pesquisadores de diversos países.

Projetado pelo arquiteto Gordon Bunshaft, do escritório Skidmore, Owings & Merrill, e finalizado em 1963, o impressionante edifício filtra a luz do dia para proteger os livros. A cada dois anos, a biblioteca concede o Prêmio Bollingen de Poesia, e, anualmente, os Prêmios Windham-Campbell de ficção, não-ficção, poesia e drama.

Descubra o mundo graças aos idiomas. Aprenda com jogos, podcasts, aulas ao vivo e muito mais no app da Babbel.
COMECE AGORA!
Compartilhar: