Babbel Logo

Comece a falar um novo idioma agora. Experimente de graça!

Conheça o Dundonian, um dialeto escocês que é uma versão do inglês com “menos” vogais

O dialeto local de Dundee modificou o inglês ao ponto de ficar quase incompreensível – e divertido.
Author's Avatar
ESCRITO POR Ana Freitas
Conheça o Dundonian, um dialeto escocês que é uma versão do inglês com “menos” vogais

Dundonian parece um nome saído direto de um épico de J.R.R. Tolkien. Mas é, na verdade, o nome do dialeto falado em Dundee, a quarta maior cidade da Escócia, e considerado um dos maiores patrimônios culturais do país.

Na versão escocesa de Harry Potter, que mostra como os escoceses pronunciam vogais e algumas consoantes de maneira completamente diferente do inglês tradicional britânico, o personagem Hagrid, retratado por J.K. Rowling como tendo um sotaque carregado de “erres”, fala Dundonian.

Ainda que se possa argumentar que o inglês com sotaque escocês seja por si só um dialeto – pela estranheza que causa aos ouvidos dos acostumados aos sotaques norte-americanos ou ingleses –, o Dundonian leva a coisa a outro nível. Trata-se de um sotaque escocês level hard: expressões, sons e fonemas comuns na língua inglesa ganham uma pronúncia muito diferente. Na prática, acaba virando outro idioma, quase impossível de ser compreendido sem um dicionário em mãos.

Mas só falar sobre o Dundonian não vai permitir que você entenda as peculiaridades dessa língua. É preciso ler – e ouvir – para percebê-las. O vídeo abaixo da BBC, com legendas em inglês (e Dundonian), é um bom começo:

Algumas dicas para aprender Dundonian

Se você já fala inglês, não tema: há uma lógica por trás dessas frases quase incompreensíveis. O que se costuma dizer é que o dialeto de Dundee gosta de “achatar” suas vogais, isto é, pronunciá-las com menos variação entre si e menos ditongos. As consoantes também mudam: enquanto algumas somem, outras ficam mais fortes, como o r, que em Dundonian e em quase todo o dialeto escocês é marcado como nosso r em “prato”.

Na prática, isso significa que os sons da letra a em suas variações, da letra e e da letra i (até da letra o, às vezes) soam muito próximos. Veja alguns exemplos de representação fonética – em português – de palavras e expressões que provam isso:

Êh: I.

Com som entre a e ê, é a versão de Dundee para I, eu em inglês. Mas também é assim que se pronuncia a palavra eye e até yes. As três têm exatamente o mesmo som – êh, um e fechado e mais longo.

Êm: I am

Tradução: Eu sou

Êm, Twa: one, two

Tradução: um, dois

Pêh: pie

Tradução: torta

Eh’ll heah a peh: I’ll have a pie

Tradução: Eu vou comer uma torta

Drêvedrive

Tradução: dirigir

Doondown

Tradução: para baixo

Winde: window

Tradução: janela

Deday

tradução: dia

Watna: equivale a Do you want a…

Tradução: Você quer …

Lérd: Lord (assim, com o “e” bem aberto e com o “r” forte, é que se pronuncia a palavra Lord).

Tradução: Senhor

Wizwas (pronunciado assim mesmo, com o som do nosso e com o s do final muito mais semelhante a um z).

Tradução: era

Se você se interessou, o site Dundonian for Beginners, que divulga o livro de mesmo nome lançado em 1990, traz um material bem divertido para quem quer desvendar os mistérios desse dialeto escocês.

Você gostaria de melhorar o seu inglês?

Baixe o aplicativo Babbel

Qual idioma você gostaria de aprender?

Qual idioma você gostaria de aprender?