11 gírias mexicanas que você precisa saber

Aqui está uma lista das gírias da Cidade do México que todo mundo deveria adotar.
Author's Avatar
ESCRITO POR Gabriel B.
11 gírias mexicanas que você precisa saber
Ilustrado por Paola Saliby

Não faz muito tempo, dividi um apartamento com dois amigos mexicanos. Durante os meses em que vivemos juntos, a “lei da preguiça” acabou por definir que falaríamos espanhol na maior parte do tempo. E foi assim que aprendi muitas gírias mexicanas da Cidade do México.

Eu não reclamei. Na verdade, foi uma excelente oportunidade para revitalizar meu vocabulário enferrujado em espanhol. 

Agora, compartilho com vocês algumas das minhas descobertas sobre as expressões que entraram de vez no meu glossário. Aproveitem essa lista de gírias mexicanas!

1. Güey/Wey

Essa palavra tem algumas variações como güey, wey ou we. Apesar de ser possível usá-la como um insulto (uma pessoa boba/tola), ela é popularmente empregada para se referir a alguém desconhecido. Ou seja, o nosso bom e velho “fulano/a”. 

Entre amigos e conhecidos pode ocupar a função da palavra “cara”. 

Exemplo:

¿A dónde vamos hoy, wey?

Onde vamos hoje, cara? 

2. ¡Órale!

É uma expressão multiuso para as pessoas no México: indica surpresa, assombro, entusiasmo, aprovação, entendimento e exortação. Ufa! Pode significar “ok, tudo bem, você está falando sério?”, entre muitos outros usos. 

Exemplo:

¡Órale, que vamos a llegar tarde!

Anda logo que vamos nos atrasar! 

¡Órale! Ven con nosotros al cine!

Poxa! Venha ao cinema com a gente!

3. Chido

chido girias mexicanas

Significa algo bonito, lindo ou muito bom. É uma gíria mexicana que pode ser usada para descrever pessoas, coisas, locais e situações. Em outras palavras: para mostrar a sua satisfação com algo, basta dizer “qué chido” – o equivalente ao nosso “legal” ou bacana (se é que alguém ainda fala bacana).

Exemplo:

El concierto al que fuimos estuvo muy chido.

O show a que fomos foi muito legal.

4. Chingón/na

Pode se referir a um objeto ou produto muito bonito ou de qualidade excelente. No México, também é usado para definir uma pessoa especialista em algo, habilidosa.

Exemplo:

Ricardo es un chingón en fútbol.

Ricardo joga futebol muito bem. 

5. Chela 

girias mexicanas chela

Essa foi a primeira expressão mexicana que aprendi quando um amigo soltou um, em plena sexta-feira, “¡saquen las chelas!” (ou melhor: ¡saquen las cheeeeeeeelas!). Ou seja, algo como “tragam as cervejas!”. Chela, por si só, significa cerveja. 

Exemplo:

¡ Maria, saca las chelas y vamos a celebrar su cumpleaños!

Maria, pegue as cervejas e vamos comemorar o seu aniversário! 

6. Perrón/a

Uma coisa boa, magnífica, incrível. É uma das gírias mexicanas usadas para mostrar entusiasmo. 

Exemplo:

¡Está perrón el nuevo álbum de The Cure!

O novo álbum do The Cure está demais! 

7. Leve!

Quando algo não é muito legal/bom, mas também não é ruim, você pode falar que isso é leve. Dependendo do contexto, seria algo como o nosso “não muito, um pouquinho”. Também significa pouca dificuldade. 

Exemplo:

¿Te gusta la nueva playera de tu equipo? Leve (un poco, no mucho). 

 Gostou da camisa nova do seu time? Não muito.

8. Chafa

girias mexicanas chafa

Coisa de pouco valor, de qualidade ruim, sem elegância. Quando se trata de uma pessoa, pode ser alguém que não faz nada direito. Essa palavra pode ser utilizada para expressar desgosto por uma situação. 

Exemplo:

Ese portero es muy chafa. 

Esse goleiro é muito ruim.

¡Me alojé en un hotel muy chafa!

Hospedei-me em um hotel tão ruim. 

9. Simón

Quando meu companheiro de apartamento mexicano me escreveu isso em um aplicativo de mensagens, pensei que estava falando de um amigo alemão em comum, o Simon. Mas não! Ele só queria dizer “sim” mesmo. Pois é, simón é igual a sim, ou claro. 

Exemplo:

¿Quieres un helado, Enrique? – ¡Simón, carnal!

Você quer um sorvete, Enrique? – Sim, camarada!

10. Qué tranza!

Não, não há nada de sexual nesta expressão! É uma forma descontraída de perguntar como alguém está, ou o que aconteceu com uma pessoa. Seria algo como o nosso “e aí”. 

Exemplo:

¿Qué tranza, güey?

E aí, cara?

11. No manches/ No mames

Deixei a minha expressão favorita para o final, claro! Toda vez que alguém disser algo incrível ou meio surreal, você pode soltar um “no manches” (sério? verdade?). Eu, por exemplo, prefiro um “¡no mames!” (caraca! você está de sacanagem?!), com bastante ênfase no “a”. Meus amigos mexicanos sempre caem no riso quando eu digo um no “¡no maaaaaaames!”. Nota: esta expressão só deve ser usada com pessoas muito próximas e amigas. 

Exemplo:

¿Ganaste en la lotería? ¡No mames!

Ganhastes na loteria? É sério isso?

APRENDA MAIS ESPANHOL!
BAIXE O APLICATIVO DA BABBEL
Qual idioma você gostaria de aprender?