Babbel Logo

Speak a new language with confidence. Try it for free!

Um fenómeno – 5 razões que levam 1.000.000 pessoas a usarem a nossa app para aprender idiomas

Mais de 1.000.000 de pessoas usam a tecnologia para aprender um idioma. Nós investigamos o porquê do aprendizado com uma aplicação ter se provado um método tão popular, e quais suas vantagens em relação aos métodos tradicionais de ensino.
Author's Avatar
ESCRITO POR Ed M. Wood
Um fenómeno – 5 razões que levam 1.000.000 pessoas a usarem a nossa app para aprender idiomas

O Facebook possui aproximadamente 1,6 mil milhões de utilizadores, o que equivale a um quarto da população mundial. Este número torna-se ainda mais impressionante ao considerarmos que 3,3 das 7,2 mil milhões de pessoas no mundo estão conectadas à Internet –, isso significa que mais de metade da população com acesso à Internet está registada no Facebook. Se esse número não te impressiona o suficiente, considera isto: o outro gigante da Internet, o Google, recebe cerca de 4 mil milhões de consultas por dia no seu motor de busca. A nossa Era da Informação e Hiperconectividade criou uma nova compreensão do que é alcançável em termos de tamanho. A cada dois dias, geramos a mesma quantidade de informação que produzimos desde o início da civilização até 2003 – cinco exabytes. Plataformas com nomes imprevisíveis e de origens duvidosas categorizam, indexam esta informação, intermedeiam a nossa interação uns com os outros e moldam os canais através dos quais acedemos ao vasto receptáculo de conhecimento humano.

As empresas que operam na escala avassaladora do Google e do Facebook satisfazem as necessidades fundamentais do âmago humano – o acesso à informação e interação social. Esta é a fórmula para o sucesso: identificar ou criar uma necessidade e prover um produto ou serviço que a preencha. No nosso mundo em rede, isto pode ser feito a nível global: a Uber pode conseguir-te um carro em qualquer lado do Atlântico, a Airbnb pode reservar-te um apartamento em Mumbai ou em Buenos Aires, e a Foodora pode entregar-te a tua comida em Birmingham ou Berlim.

O que acontece, porém, quando uma empresa se concentra não só na necessidade, mas também no desejo? É possível unir milhares de pessoas no desejo comum de aprender e se aprimorar?

Em 2007, os especialistas em idiomas da Babbel decidiram tornar a aprendizagem de línguas algo fácil, eficaz e acessível a todos. Resumindo a história: em nove anos, quatro fundadores multiplicaram-se em mais de 400 entusiastas de idiomas – entre eles linguistas, professores, poliglotas e criadores de conteúdo – que elaboram cursos de catorze idiomas diferentes em sete línguas nativas, o que equivale a 98 combinações de cursos individualmente adaptados.

Então, como funciona isto?

Os números falam por si: mais de 1 000 000 de pessoas escolheram aprender um idioma com a Babbel e esse número continua a crescer. Porque se tornaram tão populares as aplicações da Babbel? Nós selecionámos as nossas 5 razões principais:

1. As pessoas

De um grupo de linguistas entusiastas a trabalhar num loft no bairro de Kreuzberg, em Berlim, o escritório da Babbel transformou-se num abrigo para uma gama de especialistas unidos em torno do objectivo comum de criar as melhores ferramentas possíveis para aprender idiomas. Isso pode soar, humm… grandioso, mas, como disse Eric Schmidt (o ex-CEO da Google), uma ambição tão audaciosa possui uma poderosa força de atração. Para uma empresa que requer especialistas em 98 combinações linguísticas, esta força de atração é fundamental para encontrar as pessoas certas, seja um linguista italiano para desenvolver um curso em indonésio, seja um designer gráfico para ajudar a adaptar a aparência e a sensação da app para os sete diferentes idiomas. Essa necessidade de perícia multilingue e intercultural dotou a empresa duma topografia de habilidades excepcional e um potencial incomparável para inovação do mundo da aprendizagem de idiomas.

2. O produto e o serviço

Aprender baseado numa aplicação tem algumas vantagens inerentes. É particularmente conveniente: tens o smartphone ao teu lado o tempo todo, completamente carregado e pronto para guiar-te no labirinto que é a vida contemporânea, desde o toque gentil no snooze pela manhã até a mensagem de boa noite com um emoji para a tua cara metade.

Além disso, um produto on-line pode ser constantemente melhorado e atualizado, esbatendo a distinção entre produto e serviço. O progresso dum utilizador da Babbel é sempre medido, e o que parece complicado nos cursos é otimizado para garantir que a informação seja transmitida do modo mais eficiente possível. Sim, a gramática do alemão pode parecer complicada e algumas daquelas palavras em francês não se escrevem como soam, mas é exatamente nisto que a Babbel se torna útil: nós temos orgulho de transformar o complicado em simples.

3. Os estudantes

Os mais de 1 000 000 de estudantes possuem a sua própria história e a sua própria razão para tentar aprender um idioma. Como a Babbel está em constante contacto com eles, algumas histórias inspiradoras vieram à tona. Gianni, por exemplo, é provavelmente o mais velho dos nossos estudantes, com 101 anos. Ele é um aficionado por tecnologia, usa há tempos o Skype para comunicar com a sua filha em Nova Iorque, e gosta de praticar o inglês, a sua língua mais recente, com a ama da sua bisneta. Cecilia é outra utilizadora da Babbel e cidadã do mundo, também italiana, que fala diversos idiomas. Ela usou a Babbel para aprender alemão com o objetivo de se mudar para Berlim nos próximos anos. Até mesmo a equipa da Babbel adora usar a aplicação e participa em diversos desafios de aprendizagem num dado período de tempo, como aprender turco ou francês em apenas uma semana de trabalho.

 

 

4. A revista

A revista da Babbel foi fundada há 2 anos com o objetivo de promover artigos divertidos, educacionais, com ilustrações e vídeos sobre idiomas e cultura. Disponível em seis idiomas – Inglês, Francês, Alemão, Espanhol, Italiano e Português – a Babbel Magazine recebe mais de 10 milhões de visitas todos os meses. A equipa editorial é constituída, hoje em dia, por treze profissionais de oito países diferentes, e podes ler de tudo aqui: da linguagem secreta dos gémeos até como os jogadores de futebol internacional comunicam com os seus colegas. Se tudo isto te parece interessante, regista-te na Babbel para receber as últimas novidades da nossa revista.

5. O futuro

Inteligência artificial, realidade virtual, realidade aumentada… a ficção científica está a tornar-se cada vez mais realidade. No entanto, a indústria educacional fica frequentemente atrás de outras indústrias, como a de jogos e viagens, no que se refere à adoção e criação de novas tecnologias digitais. A Babbel quer mudar isso, levando inovação para manter a educação nesse ritmo e, ao mesmo tempo, desenvolver-se em direção à crescente tendência da aprendizagem informal e autodidata que foi inaugurada com a Era da Informação.

Aprenda um novo idioma

Comece com a Babbel