Por que a Sternburg é uma das cervejas mais populares da Alemanha?

A Sternburg consegue ser uma das cervejas mais populares da Alemanha sendo vendida apenas no leste do país e na capital. Como isso é possível?
Escrito Por Camila Rinaldi
11/01/2019
Por que a Sternburg é uma das cervejas mais populares da Alemanha?

A Alemanha é conhecida mundialmente por sua cultura de cerveja. Logo que cheguei em Berlim, percebi que poderia tomar uma cerveja diferente a cada dia, sem repetir, e que os 365 dias do ano não seriam suficientes para tanto. Além de saborosas, as cervejas alemãs possuem muita história, e a mais curiosa de todas para mim é a da Sternburg, uma das cervejas mais populares da Alemanha.

O primeiro fato interessante sobre a Sternburg é o preço: uma garrafa de meio litro custa 45 centavos. Como consequência disso, a maioria das pessoas bêbadas nas ruas de Berlim têm sempre uma Sterni nas mãos.

Veja também: História da cachaça e como ela faz parte da cultura brasileira

Por este motivo, pedir uma Sternburg em um bar ou comprar a cerveja no mercadinho da esquina virou um tabu hoje em dia. Mas este preconceito velado nem sempre existiu.

A Sternburg vai completar 200 anos em 2022, e o fato de ser uma cerveja tão barata é reflexo da sua história. A cervejaria abriu as portas em 1822, ano que o Brasil declarava a independência de Portugal. Um ano depois, a Sternburg já estava sendo fabricada na adega de um castelo, na cidade de Leipzig, que fica a 163 km da atual capital alemã.

Bom, a biografia da Sternburg também faz parte da biografia da Alemanha do século XX. Assim, durante a Segunda Guerra Mundial, a mancha dos trabalhos forçados aparece no currículo da empresa. A proporção de trabalho forçado correspondeu a 13% da força de trabalho total.

Depois da Segunda Guerra e como parte da República Democrática Alemã (RDA), a Sternburg tornou-se uma cervejaria estatal e exportava cerveja para a União Soviética e para todo o Bloco Oriental. Neste período, aliás, se você estivesse a bordo de um avião da Interflug, a companhia aérea nacional da Alemanha Oriental, certamente lhe seria servida uma Sterni.

Se olharmos hoje para as características visuais da marca Sternburg, como o uso do vermelho ou mesmo a estrela icônica na tampa da garrafa, é possível dizer que são heranças desta época.

Após a reunificação, a cervejaria voltava a ser uma empresa independente e lançava a Sternburg Export e a Sternburg Pilsner. Com isso, a empresa se tornou a primeira cervejaria da Alemanha Oriental a atingir os padrões de garantia de qualidade da União Europeia. Até o presente momento, a Sternburg é vendida apenas na Ostdeutschland (Alemanha oriental) e na capital, Berlim.

A partir da década de 1990, a Sternburg adotou uma política de não publicidade e se tornou uma marca de “desconto”. Mas o que isso significa? Isso quer dizer que você não via e ainda não vê os atores em novelas ou filmes tomando uma Sterni. Isso significa que você não via e não vê atores e a atrizes famosas estampando campanhas publicitárias da empresa. Logo, a popularização da cerveja é feita no boca a boca, o que no caso da Sternburg seria centavo a centavo.

cervejas alemãs

Em relação à qualidade, a Sternburg não é a minha cerveja alemã preferida. Aliás, no ranking das cervejas da Beer Advocate, a Sternburg Export aparece com uma avaliação de 2,76 de 5 pontos. Contudo, não se trata apenas de qualidade, mas de história. Imagine que durante a RDA, essa era uma das únicas cerveja que podiam ser compradas nos supermercados na Alemanha Oriental.

Quando converso hoje com pessoas que viveram na Alemanha Oriental durante a RDA, muitas dizem que, por uma questão de costume, ainda tomam a Sternburg como a cerveja do cotidiano.

O slogan da Sternburg é Merke Dir – Sternburg Bier! Em uma tradução livre para o português – e sem rima – seria algo como: Lembre-se – cerveja é Sternburg! Na minha opinião, não existe verbo melhor do que lembrar para descrever essa cerveja. Sempre que um amigo ou um familiar me visita em Berlim, gosto de abrir a degustação de cervejas com uma Sternburg, pois é o momento perfeito para descrever a história da cidade e do próprio país.

Então fica aqui a minha dica: se você visitar Berlim ou qualquer uma das cidades do leste da Alemanha, deixe o preconceito com as cervejas baratas de lado e lembre-se da Sternburg!

QUER CONHECER MAIS SOBRE A ALEMANHA?
APRENDA ALEMÃO COM A BABBEL
Author Headshot
Camila Rinaldi
Formada em jornalismo, Camila só encontrou a felicidade mesmo quando descobriu que podia falar sobre tecnologia e viver disso. Ela não acredita que as máquinas vão nos dominar, mas pensa que se não revermos nossa ética, podemos acabar nos dominando com o auxílio das máquinas. Cada vez mais ela entende a importância de beber e comer bem, e quer poder ensinar seu sobrinho sobre espaçonaves e vinis. Siga-a no Twitter @apequenarinaldi ou no Youtube  Camila Rinaldi
Formada em jornalismo, Camila só encontrou a felicidade mesmo quando descobriu que podia falar sobre tecnologia e viver disso. Ela não acredita que as máquinas vão nos dominar, mas pensa que se não revermos nossa ética, podemos acabar nos dominando com o auxílio das máquinas. Cada vez mais ela entende a importância de beber e comer bem, e quer poder ensinar seu sobrinho sobre espaçonaves e vinis. Siga-a no Twitter @apequenarinaldi ou no Youtube  Camila Rinaldi

Artigos recomendados

História da cachaça e como ela faz parte da cultura brasileira

História da cachaça e como ela faz parte da cultura brasileira

A cachaça foi considerada patrimônio histórico cultural brasileiro, e esteve presente em momentos alegres e tristes ao longo de nossa história, além de representar uma resistência e traduzir muito da brasilidade que conhecemos hoje.
Escrito Por Cecília E.
7 frases alemãs para impressionar qualquer alemão – o guia definitivo de como sobreviver em Berlim

7 frases alemãs para impressionar qualquer alemão – o guia definitivo de como sobreviver em Berlim

Willkommen in Berlin. Tudo o que você precisa fazer para sobreviver na cidade. Aqui estão as sete frases mais úteis para você impressionar qualquer um, inclusive um alemão.
Escrito Por Thea Bohn
Por que eu adoro falar alemão

Por que eu adoro falar alemão

Motivos para aprender alemão não faltam, mas muitos se deixam desanimar diante das dificuldades que fazem a fama desse idioma. O que eles não sabem é que falar alemão também pode ser muito divertido!