Marcas famosas que viraram sinônimo de produtos

Desde sempre, minha avó me pedia para comprar Maizena e não amido de milho. E quase todo mundo chama esponja de aço de bombril no Brasil
Marcas famosas

Seja por coincidência ou excelentes campanhas de marketing, produtos de algumas marcas atingem tamanho reconhecimento no mercado que acabam virando o nome “oficial” daqueles itens na cabeça dos consumidores. Logo, conhecer essas palavras é sempre útil para o vocabulário de quem quer aprender português. 

Separamos alguns casos abaixo. Divirta-se!

Marcas famosas que se tornaram nomes de produtos. Você conhece todas elas?

Bombril (esponja de aço)

Um ator carismático/meio estranho interpretando diversos personagens e uma das campanhas publicitárias de maior sucesso no Brasil dos anos 1990. Essa combinação levou a marca Bombril a se tornar o nome “oficial” de esponjas de aço no Brasil. Você pode até comprar esse produto de outras empresas, mas se for perguntar a alguém no supermercado onde encontrá-las, quase todo mundo vai dizer “onde está o bombril?” 

Maizena (amido de Milho) 

Aquela caixinha de papel amarela com o nome Maizena tem mais de 125 anos de história no Brasil. Não é por acaso que essa marca virou sinômino para amido de milho. Desde o tempo da vovó que ninguém te pede para comprar amido de milho para o mingau. Ao menos no Brasil, falamos maizena. 

Gillette (lâmina de barbear)

Marca internacional com mais de 100 anos de história, gillette (na versão aportuguesada gilete) é há muito tempo o mesmo que lâmina de barbear. A palavra até integra alguns dicionários em português como substantivo.  

Sucrilhos (cereal)

O sucesso desse cereal com o seu tigre na caixa de papel foi tão grande que o Sucrilhos Kelloggs virou “apenas” sucrilhos. Quase ninguém vai te oferecer um cereal matinal, mas vai ouvir alguém perguntando se você quer um sucrilhos. 

Durex (fita adesiva)

Apesar deste nome ser famoso internacionalmente como uma marca de preservativos, no Brasil todo mundo a conhece mesmo como sinônimo de fita adesiva transparente. O nome é reconhecido no país há décadas, sempre presente nas listas de materiais escolares para crianças. A camisinha de mesmo nome só entrou no mercado nacional em 2014. 

Leite Ninho (leite em pó) 

Esse leite em pó costuma ser usado para crianças em fase de crescimento (e também em doces). A forte presença no mercado nacional, em parte por ser um produto da Nestlé, ajudou o produto a consolidar seu nome no mercado. O mesmo vale para Leite Moça (leite condensado). 

Xerox (máquina de fotocópias) 

Em um tempo não tão distante, estudantes e escritórios precisavam fazer cópias físicas de livros e documentos. Em muitos casos, eles usavam uma máquina de fotocópias da empresa Xerox. O nome acabou pegando e marca virou até verbo em alguns casos: “Vou xerocar umas páginas do livro”. Era comum ouvir frases como “vou tirar um xerox do capítulo”.


Se você gostou do texto sobre marcas famosas que entraram na nossa linguagem diária, talvez você também ache interessante os seguintes textos:

Descubra o mundo graças aos idiomas. Aprenda com jogos, podcasts, aulas ao vivo e muito mais no app da Babbel.
COMECE AGORA!
Compartilhar: