Fale um idioma como sempre sonhou

Aprenda idiomas como nunca. Baixe o aplicativo gratuitamente!

Escolha um idioma – a primeira lição de cada curso é grátis!

Minhas 7 palavras preferidas em alemão

O alemão é um idioma que precisa ser decifrado, mas vale a pena aprendê-lo.

Escrito por Ed M. Wood

Enquanto eu me sentava na cadeira do barbeiro e tentava mais uma vez diminuir meu antigo medo de um homem com um objeto afiado nas mãos e ideias questionáveis sobre política na cabeça, eu preparava minha mente. Eu frequentava esse barbeiro desde que meus folículos precisaram de uma tesoura pela primeira vez, mas nunca havia me acostumado de maneira satisfatória com as coisas que ele falava, que, assim como suas ideias sobre política, não tinham se tornado mais amenas com o tempo. Eu sabia que seria especialmente difícil desta vez. Eu estava visitando minha família na Inglaterra logo depois de ter me mudado da Espanha para a Alemanha. Para ele, isso era como trocar uma vida paradisíaca de sol e bebedeira constante pela monotonia teutônica e pelo infame destino de estar cercado pelo antigo inimigo. Isso sem contar as derrotas da Inglaterra para a Alemanha no futebol.

"Então, jovem, o que você anda fazendo ultimamente?"

Ensinar é uma ocupação nobre, eu pensei. Esse é um bom ponto de partida; um professor de idiomas, um fomentador do conhecimento, até mesmo um aspirante a intelectual.

Um péssimo ponto de partida. Por que diabos eu ia querer viver na Alemanha? O que há de errado com a Inglaterra? Seria minha propensão às piadas sem graça ou meu amor por vinho ruim e salsichas boas? Não, não, respondi sério, enquanto ele encharcava meu rosto com produtos químicos ao apertar o gatilho de sua lata de spray para cabelo. Eu queria aprender o idioma, decifrar o código, amontoar palavras formando longos substantivos e colocar os verbos no final de cada frase apenas porque eu podia. E, claro, porque ele era precedido por alguma conjunção bastante particular. Alemão, eu pensava, era cool.

"Se desajeitado é o novo legal, o significado de legal mudou desde o meu tempo"

Ele não usou a palavra “desajeitado”. Ele disse que o alemão parecia uma briga entre uma máquina de escrever e uma lava-louça. Eu observei que há algumas sequências de consoantes que podem confundir um ouvido anglo-saxão, mas não é este massacre mecânico que ele mencionou. É um jogo. Um jogo encantador infinito de blocos de montar e exatidões onomatopeicas esperando para serem exploradas.

"Ahãn. Já que você está dizendo", disse ele.

Ah e eu estou! Meus primeiros meses haviam trazido à tona todos os tipos de palavras maravilhosas que expressavam conceitos que eu nunca havia imaginado e ideias que eu nunca havia alimentado, e então havia vocábulos que soavam simplesmente esplêndidos. Tollpatschig, por exemplo, pronunciando o “atschs” da maneira mais acentuada que eu podia. “E o que isso significa?”, ele perguntou. E então eu o convidei para se juntar a mim em uma turnê pelas minhas palavras alemãs favoritas até o momento.

1. tollpatschig (adjetivo) – "desajeitado"

Patsch, em alemão, é o som que um líquido viscoso faz quando bate em alguma coisa, algo como "splash". E toll significa "legal", "bacana", "fantástico", o que poderia ser dito de maneira irônica quando um grande Patsch acontece na sua cabeça por causa de um pombo. E então, com minha noção puramente intuitiva de etimologia, eu imaginei tollpatschig como um "fantástico splash", que, no final, é o que uma pessoa desajeitada é. Ainda que linguistas menosprezem, com razão, minha linha de raciocínio, esta palavra ficou para sempre na minha cabeça graças a essa associação.

alemao_babbel

2. das Kopfkino (substantivo) – o "cinema na cabeça"

Eu imagino que você tenha feito algum tipo de curso para se tornar um barbeiro e que você tenha feito uma entrevista para conseguir o emprego. Eu aposto que você se sentiu um pouco nervoso quando era um jovem prestes a embarcar na carreira. Eu imagino que algumas imagens de todas as coisas que podiam dar errado inundaram sua alma com insegurança e deixaram seu cérebro confuso. Essas imagens rodando em sua mente são o seu "cinema na cabeça", ou seu Kopfkino, como dizem os alemães, com sua genial capacidade de formar novos vocábulos ao juntar várias palavras.

3. die Naschkatze (substantivo) – o "gato guloso por doces"

Eu me lembro que você sempre me dava doces depois de cortar meu cabelo. Você se lembra disso? E então eu sempre escorregava de maneira constrangedora pela cadeira, aterrissando com um Patsch no chão laminado e olhando de maneira investigativa para os restos de açúcar colorido no chão. Isso é porque eu era um Naschkatze raivoso, tendo herdado o gosto por doces de uma longa dinastia de gatos gulosos antes de mim.

4. der Ohrwurm (substantivo) – o "verme do ouvido"

Essa palavra é tão boa que, assim como Schadenfreude (alegria pela desgraça alheia), já foi incorporada ao vocabulário de várias pessoas em inglês. É aquela música pegajosa, grudenta, que fica no seu ouvido como um verme, que você simplesmente não consegue tirar da cabeça. Então, da próxima vez que o assunto acabar entre cabeleireiro e cliente e aquela canção inesperada surgir na sua mente, culpe o Ohrwurm.

5. die Schanpsidee (substantivo) - a "ideia da pinga"

Em algum momento você tomou coragem para abrir sua própria barbearia. Você provavelmente tinha alguns clientes fiéis, mas estava inseguro sobre o sucesso do novo negócio. Você pode ter considerado isso uma Schnapsidee, uma ideia que alguém só teria bêbado, "o álcool falando". ( Schnapps é uma palavra alemã usada para vários tipos de destilados de alta graduação alcóolica.)

6. dickköpfig (adj.) – "cabeça gorda"

Dickköpfig, literalmente alguém que tem a cabeça gorda, pode ser traduzido de maneira bem generosa como "teimoso". Eu imagino que foi necessário uma boa dose de Dickköpfigkeit para levar adiante sua Schnapsidee e fazer com que o negócio prosperasse.

7. die Ahnungslosigkeit – o "não ter a menor ideia"

Nenhuma seleção de palavras estaria completa sem uma aventura multissilábica e cheia de consoantes pelas quais os alemães são mundialmente conhecidos. Expliquei para ele que a correspondente inglesa desta palavra (cluelesness) é composta dos mesmos elementos: clue ("pista", em alemão Ahnung, "ideia"), less ("sem", em alemão los), e o sufixo ness (em alemão keit), com os quais se constroem substantivos. Então, nada de especial aqui, certo? Tudo que é possível em alemão também é possível em inglês, certo? Talvez, mas o fato é que a pronúncia da palavra alemã é bem mais divertida. Ahnungslosigkeit, tenta!

"Ar-nens-lors-ick-kite", disse o barbeiro.

"Sim", respondi, momentaneamente confuso pela peculiaridade da pronúncia com o sotaque inglês de Somerset. "Quase isso". "Você aprende coisas novas todos os dias”, disse ele. São 8 das suas libras inglesas. E pegue alguns doces pelos velhos tempos, Naschkatze."

traduzido por Gabriel Mestieri

Quer aprender alemão?

Comece com o aplicativo Babbel!