Fale um idioma como sempre sonhou

Aprenda idiomas como nunca. Baixe o aplicativo gratuitamente!

Escolha um idioma – a primeira lição de cada curso é grátis!

Minhas palavras favoritas em francês

A língua francesa possui palavras e expressões belíssimas que nem sempre existem em outras línguas. Aqui vai uma lista das minhas nove palavras favoritas em francês.

Escrito por Brandon Johnson

Quando se aprende um idioma estrangeiro, algumas palavras novas ficam gravadas na memória por diferentes razões. Algumas palavras expressam um conceito cultural, uma ideia intrínseca ao idioma e à cultura que você está aprendendo. Outras palavras expressam um conceito ou uma ideia familiar, mas não possuem equivalente em nossa língua. Estas são as palavras que nos fazem pensar “lógico!” e perguntar “Por que não temos uma palavra para isso?”. E ainda há palavras que são pura e simplesmente lindas. Como música ou poesia, essas palavras nos tocam profundamente. u fiz uma pequena lista de algumas de minhas palavras favoritas em francês que fazem parte dessas categorias.

1. Dépayser

verbo: sair da sua zona de conforto

Esse é um bom começo, já que esta palavra descreve algo fundamental para aprender um idioma estrangeiro: sair da zona de conforto. O verbo dépayser contem a palavra pays, que significa „país“ e o prefixo de-, que como em português pode significar uma eliminação ou uma negação. Portanto, uma tradução literal poderia ser algo como “despaisar”. Estar dépaysé (adj.) – “despaisado” significaria estar fora de seu elemento, romper ou mudar seus hábitos, estar desorientado. O substantivo dépaysement – “despaisamento“ – poderia ser traduzido como “choque cultural”,“desorientação” ou “troca de cenário”. Dépayser também pode ser reflexivo – se dépayser –, ou seja, você mesmo pode se “despaisar”, mudando seus hábitos. Mesmo que você não precise deixar seu país para sair da sua zona de conforto, esta palavra sugere uma relação fundamental entre seus hábitos e sua cultura. Poderia ser o antídoto perfeito contra a próxima palavra…

2. Nombrilisme

substantivo: egocentrismo, egoísmo, narcisismo

Nombril significa umbigo, logo, a tradução literal dessa palavra seria “umbiguismo” e pode ser traduzida como egocentrismo, egoísmo, narcisismo etc. Significa ser mesquinho e detalhista, concentrar-se apenas em um ponto e desconsiderar todos os outros, um certo tipo de infantilidade. Em português, existe a expressão “olhar para o próprio umbigo”, mas nombrilisme abrange muito mais, elevando-se à categoria de doutrina – afinal, trata-se de um “ismo”! E não pára no umbigo individual, mas pode referir-se a um olhar para o próprio umbigo coletivo, a nível nacional, uma tendência a relacionar tudo ao próprio país, por exemplo nombrilisme américain, nombrilisme français etc. Se você quer aprender um idioma estrangeiro, você deve parar de olhar para o próprio umbigo – vá para rua e se “despaise”!

3. Vachement

advérbio: muito, realmente, “pra caramba”

Quando examinamos com atenção os símbolos que formam o coração da cultura e da identidade francesa, há um que não podemos ignorar: a vaca – la vache –, um animal muito importante para este país de queijos e cremes, que transcendeu sua descrição e associação para se tornar um advérbio que pode ser aplicado a praticamente qualquer verbo ou adjetivo para dar ênfase. A palavra vachement, que seria literalmente traduzida como “vacamente”, significa simplesmente muito, extremamente, realmente – um très mais expressivo e colorido. Passe a prestar atenção que você vai ouvi-la constantemente – mas parece que ninguém percebe que está dizendo “vacamente”! Vachement faz parte da linguagem cotidiana e a conexão com la vache, aparentemente esquecida é um testemunho da omnipresença suprema atingida pela vaca na França. É, ao mesmo tempo, tudo e nada.

4. Chauve-souris

substantivo: morcego

Chauve significa careca e souris significa rato, ou seja, um chauve-souris – um morcego – é literalmente um “rato careca”. E apesar de eu entender essa associação, a falta de pelos me parece um tanto insignificante para diferenciar um morcego de um rato. E a capacidade de VOAR, por exemplo?! Não deveria ser um souris volante (“rato voador”)? Talvez a pessoa que deu o nome francês ao morcego o viu pela primeira vez quando ele estava dormindo. Mas então, se pensaria em “rato de ponta cabeça” e não em “rato careca”. Em todo caso, trata-se de um rato muito estranho – vachement bizarre.

5. Avoir le cafard

expressão idiomática: estar deprimido

Você está triste? Pra baixo? Bem, meu amigo, então você deve estar com a barata. Avoir le cafard significa literalmente “ter a barata”. E realmente, quem não estaria meio mal por estar com um bicho desses?

6. Chou

substantivo: couve; adjetivo: carinhoso, gracinha

O substantivo chou significa couve e pode ser combinado com outras palavras para denominar os diferentes tipos de couve: chou de Bruxelles é a couve-de-bruxelas, chou chinois é a acelga, chou-fleur é a couve-flor, chou-rave é a couve-rábano e assim por diante. Mas a palavra couve em francês não se limita ao vocabulário culinário. Ela também é usada como nome carinhoso, por exemplo para uma criança (mon petit chou = “minha couvinha”), para um bebê (bout de chou = “pedaço de couve”) ou para o seu amor (je t’aime, mon chou ! = “eu te amo, minha couve!”); como adjetivo, ela pode significar carinhoso, gracinha, fofo etc. Tu m’as apporté des fleurs ?! Comme tu es chou ! – “Você me trouxe flores?! Como você é couve!” Regarde ce bébé là, comme il est (vachement) chou – “Olhe só esse bebê, ele não é (vacamente) uma couve?”

7. Ronronner

verbo: ronronar

O verbo ronronner não só é uma ótima forma de exercitar o R gutural francês, mas ao pronunciá-lo corretamente, você estará fazendo o ruído correspondente: ronronar (como um gato) ou roncar (como um motor).

8. Coccinelle

substantivo: joaninha

É simplesmente divertido dizer essa palavra. Ela vem do palato mole e salta para trás antes de deslizar para fora entre os dentes, para só se dissolver no céu da boca. Em apenas uma palavra, sua boca é levada a uma viagem através de cinco consoantes e três vogais que são alternadamente nítidas, brilhantes, flexíveis e fluentes. E a qual criatura é concedida a honra desta palavra extasiante? Nada mais, nada menos que à humilde joaninha – e creio que concordamos que “joaninha” é uma forma muito pouco criativa de se referir a uma coisa voadora com bolinhas. Francês: 1, português: 0.

9. Dépanneur

substantivo: mecânico (França); lojinha da esquina, birosca (Canadá)

E por último, lembranças a meus amigos em Quebeque – eu não esqueci de vocês! Uma lista de todas as palavras e expressões fantásticas que existem no francês quebequense vai ter que ficar para o próximo artigo. Até lá, eu deixo vocês com dépanneur, que nem de longe é a palavra franco-canadense mais interessante ou mais divertida, mas é uma de minhas favoritas por razões pessoais. Em francês padrão, uma panne é uma pane ou uma avaria em uma máquina. O verbo dépanner significa consertar, reparar, remendar, mas também assume o significado mais amplo de ajudar ou vir para o resgate. Um dépanneur (em francês padrão) é, por extensão, alguém que conserta algo ou um mecânico. Os quebequenses tiraram uma conclusão lógica disso: um dépanneur é a lojinha da esquina, onde se pode comprar bebida alcoólica e batata chips. Uma panne que eu tinha com frequência era falta de cerveja e de batata chips. Mas em Montreal, o dépanneur estava sempre a postos para ajudar.

Muito obrigado a Julie P., Patrick R. e Agathe C.

Teste o aplicativo Babbel gratuitamente.

Experimente agora