Babbel Logo

Comece a falar um novo idioma agora. Experimente de graça!

Quais são as diferenças entre o português de Portugal e português do Brasil ? Uma breve análise

Quais são as diferenças entre o português falado no Brasil e o português falado em Portugal? Elas são duas línguas diferentes ou dois lados de uma mesma moeda? Para descobrir, nós consultamos nossa fonte irrefutável: os puppets!
Author's Avatar
ESCRITO POR Nuno Marques

Para muitos, o português é uma língua falada exatamente do mesmo jeito em diversos países ao redor do mundo. Mas, para falantes nativos, as diferenças entre o que é falado em cada país são claras. Vamos investigar as diferenças entre o português de Portugal e  português do Brasil.

Sotaques

Muitas pessoas consideram o português brasileiro agradável, devido a uma pronúncia cheia de vogais abertas. Essas mesmas pessoas tendem a achar que o português europeu, que ignora algumas vogais na pronúncia, soa como uma língua eslava. O sotaque brasileiro tem um ritmo cantado para os ouvidos estrangeiros, o que inicialmente pode fazer dele mais fácil de se entender e aprender. Devido a diferenças na pronúncia, é necessário um pouco de tempo para se acostumar com os sotaques e evitar desentendimentos.

Gramática e ortografia

Algumas palavras têm ortografias diferentes. Por exemplo, no português europeu a palavra “receção” é escrita sem o p enquanto o brasileiro adiciona essa letra à ortografia formando a palavra “recepção”. Isso é aplicável a outras palavras onde a letra p é audível no português brasileiro e muda no português europeu.

Os brasileiros também, transformam alguns substantivos em verbos, criando palavras que os portugueses não usam. No português europeu diz-se – “dar os parabéns” (expressão também usada no Brasil) – no português brasileiro, no entanto, pode-se transformar o substantivo parabéns em um verbo – parabenizar. Simples assim.

Outro fato interessante é a assimilação de palavras estrangeiras pelo português brasileiro, escritas de forma própria. Media (como no inglês) é mídia em português do Brasil e media em Portugal; o português brasileiro utiliza uma palavra adaptada do inglês americano e ignora sua raiz latina. O português europeu adota a palavra do latim e mantém a sua ortografia original. No geral, o português europeu é mais resistente a mudanças e cuidadoso ao assimilar palavras estrangeiras.

Discurso formal e informal

No Brasil, utiliza-se “você” em contextos informais, e em alguns casos, até mesmo em contextos um pouco mais formais – enquanto em Portugal o “tu” é usado exclusivamente para amigos, família e em situações casuais.
O discurso formal e informal pode ser bem confuso para um imigrante brasileiro em Portugal. Se você confunde “tu” com “você”, vai errar feio ao tentar agradar as pessoas e ainda vai soar mal-educado, rude e até mesmo agressivo em Portugal. Isso é ainda mais confuso quando você entende que os portugueses não falam “você” explicitamente: soa muito bruto, então eles retiram o pronome e conjugam o verbo usando a terceira pessoa do singular.

Vocabulário

Algumas palavras são diferentes nos dois lados do atlântico. Aqui está uma lista bem útil:

**Português BR ** Português EU
Trem Comboio
Ônibus Autocarro
Terno Fato
Bunda Rabo
Sorvete Gelado
Xícara Chávena
Geladeira Frigorífico
Marrom Castanho

 

Muitas dessas diferenças são uma surpresa para os falantes de diferentes continentes, e podem levar ocasionalmente a um colapso na comunicação, mas basta um pouco de curiosidade e uma simples pergunta pode resolver o mal-entendido.

Talvez seja mais exato dizer que a mesma língua evoluiu de diferentes formas devido às diferenças históricas e culturais.

Final da história

Muitos dos nossos amigos estrangeiros ficam em dúvida sobre qual português aprender. A verdade é que não existe uma resposta certa para isso. Português de Portugal e português do Brasil no fim são apenas variantes do mesmo idioma.

Com certeza o idioma falado nos dois países possui muitas particularidades, e até mesmo na comparação entre algumas regiões podem soar como duas línguas completamente diferentes.

Se analisarmos de uma forma geral, a língua ainda é a mesma, com várias regras gramaticais idênticas e vocabulário bastante similar. O que difere realmente é a questão do sotaque e a herança cultural, já que gírias e expressões são diferentes, produtos da situação na qual o país está inserido.

O que vale distinguir na hora de aprender o idioma é a necessidade da pessoa. Ela vai morar na Europa ou no Brasil? Tem mais afinidade com a cultura brasileira ou portuguesa? Quais os interesses para esse aprendizado?

Uma coisa é certa: a comunicação em ambos os países vai funcionar. E, como os brasileiros dizem, é só não deixar a peteca cair, ou seguindo o conselho dos portugueses, não desistas!

traduzido por Sarah Luisa Santos

Aprenda um novo idioma agora!

Comece agora com Babbel

Qual idioma você gostaria de aprender?

Qual idioma você gostaria de aprender?