Quando “like” não significa “gostar”

Como identificar que “like” não é gostar? Confuso? Aqui explicamos a outra função dessa palavrinha que em inglês usamos tanto.
15/08/2018
Quando “like” não significa “gostar”

♩ ♪ ♫ ♬ Never mind I’ll find someone like you ♩ ♪ ♫ ♬ (Someone Like You, Adele)

Como tudo na vida, idiomas também têm suas nuances. Se olharmos, por exemplo, os verbos mais usados em inglês, logo percebemos que muitos deles podem ser usados em diferentes situações, inclusive o verbo like.

É disso que trata a história de Rafa e Dani. No vídeo, eles falam sobre a palavra like que, além de significar “gostar”, também pode ser usada com outros sentidos.

Um exemplo: na pergunta What’s London like?  — Como é Londres?, like muda de função. Aqui não tem nada a ver com “gostar”. Junto a what, o seu significado é “como”.

Não é só com what que like adquire esse sentido. Sabe como a gente faz para descobrir quando like significa “como”? Uma dica é prestar atenção nas palavras que o acompanham. Nos exemplos abaixo, like vem acompanhado de (1) substantivos, (2) adjetivos, (3) verbos com a terminação -ing ou (4) o pronome interrogativo what. Veja só:

1) We’re looking for people like you. — Estamos procurando pessoas como você.

2) Are all the Brits nice like you? —Todos os britânicos são legais como você?

3) It’s like being in a rollercoaster. — É como estar em uma montanha russa.

4) What’s your new girlfriend like? — Como é a sua nova namorada?

Now, what’s your english like? Better? 

APRENDA MAIS INGLÊS!
BAIXE O APLICATIVO DA BABBEL
Author Headshot
Sarah Luisa Santos
Sarah Luisa Santos nasceu e cresceu em São Paulo, passou um tempinho em Londres, mas foi parar mesmo é em Berlim. Apesar de ser formada em Artes Visuais, ela decidiu seguir sua paixão por textos e palavras e atualmente divide com a Babbel suas descobertas linguísticas, como editora da Revista da Babbel em português. Siga-me no Twitter.
Sarah Luisa Santos nasceu e cresceu em São Paulo, passou um tempinho em Londres, mas foi parar mesmo é em Berlim. Apesar de ser formada em Artes Visuais, ela decidiu seguir sua paixão por textos e palavras e atualmente divide com a Babbel suas descobertas linguísticas, como editora da Revista da Babbel em português. Siga-me no Twitter.

Artigos recomendados

5 lugares não óbvios para estudar inglês no exterior

5 lugares não óbvios para estudar inglês no exterior

Londres, Nova York e Toronto sempre figuram entre destinos favoritos, mas que tal apostar em uma cidade underdog para o seu intercâmbio?
Escrito Por Gabriel B.
Como xingar em inglês sem perder a classe

Como xingar em inglês sem perder a classe

Para quem acabar em uma discussão, essas palavras podem ajudar a se sair por cima.
Escrito Por Gabriel B.
Como evitar gafes ao escrever um e-mail em inglês 

Como evitar gafes ao escrever um e-mail em inglês 

Quer escrever um e-mail profissional em inglês? Então preste atenção a essas dicas valiosas para não parecer rude ou sem educação.
Escrito Por Gabriel B.