Fale um idioma como sempre sonhou

Aprenda idiomas como nunca. Baixe o aplicativo gratuitamente!

Escolha um idioma – a primeira lição de cada curso é grátis!

5 dicas para aprender idiomas de uma brasileira que fala 5

Juliana Selem é uma brasileira que, além de português, fala espanhol, inglês, italiano e francês. Neste artigo, ela dá dicas de como aprender idiomas com mais facilidade.

Escrito por Juliana Selem

1. Escolha uma língua pela qual você é apaixonado

Todo mundo gostaria de aprender um idioma do dia para a noite. Quem aí nunca sonhou em poder aprender uma língua por “osmose” enquanto dorme?

Acontece que o processo de aprendizado de um idioma é longo e exige dedicação. Portanto, o melhor mesmo é escolher uma língua que vai ser prazerosa para você durante essa longa jornada.

Idiomas estão diretamente conectados a culturas, então procure uma língua associada a uma cultura que você goste. Por exemplo, se a sua família tem ascendência italiana e você sempre quis saber mais sobre a cultura dos seus antepassados, o italiano pode ser uma boa opção para você.

2. Faça um intercâmbio

A maneira mais interessante e rápida de aprender um idioma é viver aquele idioma, ou seja, estar imerso num ambiente em que ele é usado o tempo todo e de forma real (não como os diálogos monótonos de muitos livros).

Quem aí não conhece alguém que tinha um inglês básico e voltou fluente no idioma depois de fazer um intercâmbio? Pois é, se você tem a oportunidade de viajar para outro país para aprender um idioma, vá!

Um intercâmbio não só acelera (e muito) o seu aprendizado da língua, como também expande os seus horizontes. Vale a pena!

3. Crie um ambiente de imersão com músicas, filmes e notícias

Mas nem todo mundo tem tempo e/ou dinheiro para fazer um intercâmbio, e mesmo quem já fez deve continuar estudando a língua depois que volta para o seu país. O que fazer, então?

Crie um ambiente de imersão (parecido com o do intercâmbio) na sua própria casa. E como fazer isso?

Uma dica é escutar músicas na língua que você quer aprender, prestando bastante atenção na letra. Se você ainda não consegue entender muito bem o que está sendo falado só escutando a música, procure a letra na internet, anote as palavras que você ainda não conhece e procure seus significados no dicionário.

Outra maneira muito prazerosa de aprender um idioma é vendo filmes. Se você é inciante, uma dica é ver filmes com a legenda na sua língua materna primeiro e depois rever com a legenda no idioma original. Se você já está num nível mais avançado, já poderá assistir os filmes com a legenda na língua original. Ao fazer isso, você estará treinando a escuta, a leitura e também aprenderá como algumas palavras são escritas.

E, para completar o ambiente de imersão, em vez de ler notícias na sua língua materna, que tal utilizar este tempo para ler notícias na língua que você está aprendendo? Você estará fazendo duas coisas ao mesmo tempo: se informando e aperfeiçoando sua habilidade de leitura no idioma estrangeiro.

4. Estude com livros e aplicativos

Embora os materiais “alternativos” ajudem bastante, não deixe de lado os “tradicionais”. Se você já tem livros de idiomas em casa, aproveite para estudar um pouco de gramática todo dia. Muita gente acha que estudar gramática é chato, mas ela ajuda a economizar tempo. Ao aprender uma regra de gramática, você pode usá-la em inúmeras situações, o que é muito mais eficiente do que tentar memorizar caso a caso.

Uma alternativa prática e que você pode levar para onde for em seu celular são os aplicativos para aprender idiomas. Hoje em dia existem muitos “apps” que tornam o aprendizado da gramática muito mais prezeroso. Além disso, eles também podem ajudar com vocabulário, escrita e a compreensão auditiva.

Então, se você é daquelas pessoas que não suportam livros, talvez a interatividade que os aplicativos oferecem seja a melhor opção pra você.

5. Ache um parceiro e escreva um diário

Uma das habilidades mais difíceis de se treinar é a fala, porque, muitas vezes, não conhecemos ninguém que fale ou queira praticar o idioma com a gente. Se você tem um amigo que fala a língua que você quer aprender, tente marcar um encontro com ele de vez em quando para praticar a conversação (se encontrar um falante nativo dessa língua que queira aprender português, melhor ainda, pois assim vocês podem ajudar um ao outro). Se não for possível achar alguém na sua cidade, procure um parceiro na internet.

Para aqueles que gostam de escrever, uma dica é manter um diário na língua que você está aprendendo. Manter um diário numa língua estrangeira faz você não só parar para refletir sobre o seu dia e sobre você, como também dá a oportunidade de treinar a escrita naquela língua.

Não se esqueça que o mais importante é estar em contato com a língua todos os dias e o máximo possível. Para que você consiga fazer isso, escolha materiais que funcionam pra você, que dão prazer e que permitam que você treine várias habilidades (audição, fala, leitura e escrita).

Quer aprender um idioma?

Experimente a Babbel!