Qual idioma você gostaria de aprender?Right Arrow

Conjunções em inglês: conecte as suas ideias para a conversa fazer sentido

Seja na escrita ou na fala, ligar pensamentos é crucial para se comunicar de forma eficiente. Veja essas dicas de como juntar ideias com conjunções em inglês (and, but, however, etc)
Escrito Por Gabriel B.
Conjunções em inglês: conecte as suas ideias para a conversa fazer sentido

Quando falamos ou escrevemos algo, tentamos enviar uma informação a quem nos lê ou nos escuta. E, geralmente, o objetivo desse ato é fazer com que o outro entenda a mensagem em um idioma. Se as nossas ideias estiverem perdidas e desconexas, será mais complexo atingir uma comunicação eficiente. Quanto mais claro o recado, maiores as chances de ele ser compreendido. Para alcançar esse resultado, podemos usar conjunções em inglês (e também no português).

Façamos um pequeno exercício. Analise as frases abaixo. Há algo de errado com elas?

Otto foi ao supermercado para comprar uma caixa de ovos. A loja estava cheia. Ele voltou para casa. Ele não tinha tempo para desperdiçar. 

Embora as frases obedeçam a regras gramaticais e façam sentido, isso não significa que a mensagem tenha sido apresentada da forma mais eficaz possível. Em outras palavras: as ideias do texto estão desconectadas e desinteressantes. Podemos melhorar a sua fluência (e, logo, a clareza) utilizando conjunções e conectivos como mas, então e porque.

Otto foi ao supermercado para comprar uma caixa de ovos, mas a loja estava cheia. Então, ele voltou para casa porque não tinha tempo para desperdiçar.

As conjunções servem para ligar orações, palavras e ideias. Elas possibilitam uma comunicação mais organizada e complexa. Em geral, são apenas uma palavra (until, since, etc). Já os advérbios conectivos podem ser frases (on the other hand) e costumam conectar frases e parágrafos anteriores. E essas estruturas linguísticas existem tanto no português quanto no inglês (e em diversos outros idiomas).  

Como queremos manter este texto simples para quem está começando a estudar inglês, podemos dizer que as conjunções neste idioma são divididas em duas categorias principais: coordenativas e subordinadas. Saiba, contudo, que há sub-classificações não abordadas diretamente aqui, com excessão das coordenativas correlativas.

Conjunções coordenativas

Essas conjunções possibilitam unir palavras, frases e cláusulas de mesmo valor/peso em uma sentença. A boa notícia é que, na maioria das conversas, você vai usar apenas as sete mais comuns: for, and, nor, but, or, yet, e so. E ainda dá para memorizá-las com o acrônimo FANBOYS

Antes de prosseguirmos, façamos um pequeno desvio para falarmos brevemente sobre o importante conceito de cláusulas. Essas “unidades de fala” são, segundo descreve o Grammarly, grupos de palavras com um sujeito e um verbo. Elas podem ser independentes (quando funcionam como uma sentença por si só e expressam uma ideia completa) ou dependentes (não são uma sentença completa e não expressam uma ideia completa). 

For 

Conforme destaca o Pro Writing Aid, for é mais utilizado em linguagem formal e pode atuar tanto como preposição quanto conjunção. No segundo caso, terá um sentido parecido com because (porque), para explicar a razão de algo. 

  • She had to leave the dinner early, for she needed to travel next morning.
  • Ela teve que deixar o jantar cedo porque precisava viajar na manhã seguinte.

And 

Mostra adição ou quantidade em frases ou cláusulas com mesmo valor. Pode ligar palavras ou cláusulas independentes. 

  • John bought a car and a boat with the money he won in the lottery. 
  • John comprou um carro e um barco com o dinheiro que ganhou na loteria).

(cláusula independente) e (cláusula independente)

  • Anna painted the apartment walls and Clara assembled the furniture.
  • Anna pintou as paredes do apartamento e Clara montou os móveis.

Nor

É uma partícula negativa. Quando o nor é usado com o sentido de subtração ou exceção, costuma aparecer na frase junto com neither. Também pode enfatizar uma frase/cláusula anterior negativa.

(cláusula negativa anterior)

  • The employees will not agree to cutting workers’ rights, nor will the union.
  • Os funcionários não concordarão com cortes de direitos trabalhistas, nem o sindicato.

But 

Ao atuar como conjunção, but mostra um contraste e enfatiza partes da sentença de forma igual e não condicional. Algo semelhante com yet, on the contrary, except, unless, if not, diz o Pro Writing Aid

  • Mark studied really hard but still failed his math exam. 
  • Mark estudou muito, mas ainda assim não passou no teste de matemática. 
  • Janice would like to play football with her friends, but she hurt her leg yesterday. 
  • Janice gostaria de jogar futebol com suas amigas, mas ela machucou a sua perna ontem.

Or 

Essa conjunção conecta frases, palavras, indica alternativas, correlação, clarificação e pode, em certos casos, ter significado semelhante a otherwise.  

  • Do you want to study Economy or International Business? 
  • Você quer estudar Economia ou Negócios Internacionais? 
  • You must finish the race in the top three, or you’ll lose your sponsorship. 
  • Você precisa terminar a corrida entre os três primeiros ou perderá o seu patrocínio.

Yet 

Tem significado semelhante a though, still ou nevertheless. É um advérbio quando utilizado para descrever tempo ou quantidade (yet another day). 

  • Doug has problems breathing yet keeps smoking.
  • Doug tem problemas respiratórios, mas continua fumando. 

So 

Essa conjunção pode ser tanto coordenativa quanto subordinada, mas é simple diferenciar qual função so ocupa ao analisar o tipo de cláusulas que ela conecta. Quando trata-se de duas cláusulas iguais/independentes, so age como uma conjunção coordenativa (tente substituir so por therefore). E atua como subordinada ao ligar uma cláusula independente a outra dependente. 

  • Jack had a big exam coming up, so he had to study more. 
  • Jack tinha um exame importante se aproximando, então ele teve que estudar mais.
  • We’re in lockdown, so I can’t meet you. 
  • Estamos em lockdown, então não posso te encontrar.  

Conjunções correlativas

As conjunções correlativas fazem parte das conjunções coordenativas. Elas são pares de conjunções relacionados e que funcionam juntas. As mais usadas são either/or, neither/nor, not only/but also, rather/than.

Either/or 

Conecta duas escolhas. 

  • Janice could either buy a Porsche or a BMW. 
  • Janice poderia comprar um Porsche ou uma BMW.

Neither/nor

O oposto de either/or. Essas conjunções são usadas para conectar duas declarações negativas.

  • Janice was grounded. Neither could she play outside nor have ice cream. 
  • Janice estava de castigo. Ela não podia nem brincar do lado de fora, nem tomar sorvete. 

Not only/but also

É usada para traçar um paralelo, sendo mais comum em contextos formais. 

  • Madison was not only athletic but also very academic. 
  • Madison não era apenas atlética mas também muito acadêmica.

Para enfatizar uma ideia, podemos começar uma frase com not only. Neste caso, é preciso inverter o sujeito e o verbo. 

 (o verbo was vem antes do sujeito he)

  • Not only was he fired for embezzlement but also arrested by the police. 
  • Ele não foi apenas demitido por peculato, mas também preso pela polícia.

Rather/than

Indica preferência por algo em relação a outra alternativa ou é usado para comparação.

  • I would rather travel to Japan than to New Zealand. 
  • Eu preferiria viajar para o Japão do que para a Nova Zelândia.

Advérbio conjuntivo: However 

É um advérbio que pode ser usado como conjunção para ligar duas cláusulas independente com sentido de oposição ou contraste.

Quando utilizado no começo da frase, é sempre seguido de uma vírgula. 

  • We lost two games. However, we can still become world champions. 
  • Perdemos duas partidas. Contudo, ainda podemos ser campeões mundiais. 

Quando introduz duas cláusulas independentes, usa-se uma semi-coma antes e uma coma depois de however.

  • We bought the house from Peter; however, he doesn’t want to move out. 
  •  Compramos a casa do Pete; entretanto, ele não quer se mudar.

Quando for utilizado para enfatizar algo, however aparece entre vírgulas.  

  • It was sunny, however, still very cold. 
  • Estava ensolarado, mas ainda fazia frio.

Conjunções subordinadas

As conjunções subordinadas conectam cláusulas independentes e dependentes para indicar um relacionamento de causa e efeito, contraste, ou outro tipo de relacionamento, segundo o Grammarly. Entre as mais comuns estão because, since, as, although, though e while

As, because, since 

Essas três conjunções ligam o resultado de algo a um motivo. Conforme explica o Dicionário de Cambridge, elas introduzem cláusula subordinadas. Because é mais utilizado para focar na razão, enquanto as e since são mais formais e focam mais no resultado do que no motivo.

  • John bought some vegetables, as he was in the supermarket anyway. 
  • John comprou alguns vegetais que ele estava no supermercado mesmo.
  • Did you stop working with Mark because he was always late?
  • Você deixou de trabalhar com o Mark porque ele estava sempre atrasado?
  • Now you can afford paying for your college tuition, since you received a large inheritance. 
  • Agora você pode pagar a sua faculdade já que recebeu uma grande herança. 

Em geral, since vem seguido de uma vírgula quando aparece depois da cláusula principal.

(cláusula principal)

  • The factory went bankrupt, since it had no money to pay its debts. 
  • A fábrica foi à falência uma vez que não tinha dinheiro para pagar as suas dívidas. 
  • Quando as e since iniciam uma frase, a vírgula é necessária no final daquela cláusula.

(fim da cláusula)

  • Since you’re more productive during the mornings, you don’t need to work until late.

Although/though 

Essas conjunções significam “in spite of something” (apesar de algo). Though é mais comum do que although na língua falada, além de ser usado para enfatizar algo – o que não acontece com although. 

Quando eles começam a sentença, é preciso colocar uma vírgula no final daquela cláusula. Quando a cláusula principal aparece primeiro, essa pontuação não é necessária. 

  • I’ll attend the wedding although I might be one hour late.
  • Irei ao casamento, mas pode ser que eu chegue uma hora atrasado. 
  • Though Janice wanted to be a footballer, she became a basketball player. 
  • Embora Janice quisesse ser uma jogadora de futebol, ela se tornou uma jogadora de basquete. 

While 

Tem como objetivo indicar durante o momento em que algo acontece ou em contraste com algo mais, de acordo com o Dicionário de Cambridge. 

  • Would you like to seat in the reception room while I finish seeing this patient?
  • Você gostaria de sentar-se na recepção enquanto termino de atender a esse paciente?

Advérbios como until, after e before também podem agir como conjunções subordinadas em alguns momentos.

Until 

É tanto uma preposição quanto uma conjunção subordinada. No segundo caso, ela é usada para conectar uma ação ou um evento a um ponto no tempo. 

  • Let’s party until the sun rises. 
  • Vamos festejar até o sol nascer. 

After 

Significa depois ou próximo em tempo e lugar. Sempre use o presente simples depois de after para se referir ao futuro. 

  • I’ll message you after I finish working today. 
  • Enviar-te-ei uma mensagem quando eu acabar de trabalhar hoje. 

Before 

Significa antes de um tempo ou evento mencionado. 

  • I’m gonna arrive before 6 pm. 
  • Vou chegar antes de 6 pm. 

Pontuação

A pontuação nas conjunções coordenativas varia conforme a ordem da cláusula principal. Por exemplo, quando juntamos duas palavras com essas conjunções (seja substantivos, verbos, adjetivos ou advérbios), não é necessário utilizar vírgulas, destaca o Pro Writing Aid. 

  • She got a Master’s degree in Economy and a PhD in Business. 
  • Ele obteve um mestrado em Economia e um doutorado em Negócios. 

A vírgula também é desnecessária quando a conjunção liga duas frases de mesmo valor.  

  • Anna painted the apartment walls and Clara assembled the furniture.
  • Anna pintou as paredes do apartamento e Clara montou os móveis.

Já quando conectamos duas cláusulas independentes, a vírgula deve sempre aparecer antes da conjunção coordenativa e não depois. 

  • I wanted to buy a private jet, but I needed a bank loan. 
  • Queria comprar um jatinho particular, mas eu precisava de um empréstimo bancário.

As conjunções subordinadas têm regras diferentes de pontuação. Elas não precisam sempre estar no meio das frases desde que integrem uma cláusula dependente. Essa cláusula pode aparecer na frase antes da cláusula independente, mas neste caso é preciso separá-las com uma vírgula. 

  • Before you go, please take the trash downstairs. 
  • Antes que você vá, por favor leve o lixo lá embaixo.

Conjunções em inglês são um dos diversos conceitos gramaticais e linguísticos descritos na nossa revista. Para aprender mais, dê uma olhada nestes textos:

Você gostaria de explorar mais o inglês?
Author Headshot
Gabriel B.
Gabriel Bonis é jornalista, especialista em Direito Internacional para Refugiados e mestre em Relações Internacionais pela Queen Mary University of London. Ele passa a maior parte do seu tempo escrevendo sobre direitos humanos, ajudando refugiados a lidar com seus processos de asilo e estudando alguma língua nova. Atualmente, vive em Berlim. Siga-o no Twitter (@gbonis).
Gabriel Bonis é jornalista, especialista em Direito Internacional para Refugiados e mestre em Relações Internacionais pela Queen Mary University of London. Ele passa a maior parte do seu tempo escrevendo sobre direitos humanos, ajudando refugiados a lidar com seus processos de asilo e estudando alguma língua nova. Atualmente, vive em Berlim. Siga-o no Twitter (@gbonis).

Artigos recomendados

Está começando a estudar inglês? Não tenha vergonha de ler livros infantis.

Está começando a estudar inglês? Não tenha vergonha de ler livros infantis.

É claro que livros infantis não são apenas para crianças. Eles podem agregar muito valor à vida de qualquer um e nos ajudam a aprender um novo idioma. Leia mais.
Escrito Por Gabriel B.
Descubra os métodos para aprender idiomas que têm mais a ver com você

Descubra os métodos para aprender idiomas que têm mais a ver com você

Como você estuda um novo idioma? Lendo? Ouvindo música? Vendo filmes? Descubra aqui algumas dicas para acertar na hora de aprender, e se inspire com a história de Myra, nossa poliglota holandesa que aprendeu diversos idiomas depois de adulta.
A história da língua inglesa, em suas próprias palavras

A história da língua inglesa, em suas próprias palavras

Você sabe por que os habitantes de Newcastle, na Inglaterra, soam como os escandinavos? Ou por que o inglês tem tantos cognatos com outros idiomas? Se você estiver imaginando como a louca língua inglesa se tornou o que é hoje, continue lendo!
Escrito Por Samuel Dowd