Qual idioma você gostaria de aprender?Right Arrow

É possível considerar uma linguagem como linguagem rápida?

Que critérios devem ser aplicados para chamar uma linguagem de linguagem rápida? E o português é uma delas?
É possível considerar uma linguagem como linguagem rápida?

É uma experiência comum para quem está começando a aprender um idioma: você está estudando firme, se sentindo confiante com o vocabulário e a gramática. E pode até achar que já consegue ter a primeira conversa com um falante nativo. Mas assim que ele abre a boca, você fica de queixo caído. Seu cérebro não consegue acompanhar a fala extremamente acelerada. Então, você desiste antes de conseguir pronunciar o primeiro hola (bem, talvez não). O que está acontecendo? Será que alguns idiomas são falados mais depressa do que outros? Nós demos uma olhada na velocidade com que diversos idiomas são falados para descobrir o que está acontecendo e quais idiomas são os mais apressadinhos.

A velocidade de fala: Será que alguns idiomas são falados mais rapidamente do que outros?

Para responder essa questão de vez: sim, alguns idiomas têm uma taxa de sílaba por segundo mais alta do que outros, então, tecnicamente eles são mais rápidos. Porém, vale a pena observar outros fatores que influenciam nossa interpretação da velocidade de fala.

É provável que essa impressão de que alguns idiomas são falados mais depressa seja influenciada pelo seu nível no idioma. No mundo inteiro, professores de idiomas começam ensinando seus alunos com uma versão mais vagarosa da língua, afinal, não é necessário uma pesquisa para saber que assim é mais fácil compreender o idioma. Tente comparar um falante nativo com um narrador de conteúdo de áudio para o ensino do espanhol: são duas realidades completamente diferentes.

Outra teoria que explica as diferenças na percepção auditiva é a isocronia. Pessoas que estudam a isocronia apontaram que as diferenças na velocidade de fala são cronometradas por sílaba (todas as sílabas têm a mesma duração) e por tonicidade (o tempo entre duas sílabas tônicas tem a mesma duração). Também há uma terceira categoria, cronometrada por mora (todas as moras têm a mesma duração). Mora é uma unidade de som que divide as sílabas em partes. Uma sílaba, dependendo do valor, pode ter uma, duas ou, em algumas línguas, até três moras. As moras costumam ser usadas para analisar idiomas como o japonês.

Para tornar as coisas mais fáceis de entender, felizmente há uma nomenclatura mais simples. O foneticista Arthur Lloyd James distinguiu os tipos de idiomas dizendo que há línguas como espanhol que têm um ritmo de metralhadora (cronometradas por sílaba) e línguas como o inglês que têm um ritmo código Morse (cronometradas por tonicidade). Enquanto as sílabas do inglês variam em duração (como o código Morse), o espanhol tem uma torrente de sílabas (como uma metralhadora). Os idiomas com ritmo de metralhadora soam muito mais rápidos, especialmente para os falantes nativos de idiomas com ritmo código Morse.

O problema da isocronia é que ela não é comprovada. Trata-se de uma teoria bastante difundida, porém é uma questão controversa que ainda não foi totalmente confirmada por dados. São necessárias mais pesquisas, mas até o momento, sílabas por segundo é a melhor forma que temos para mensurar a velocidade de fala.

Que língua é considerada linguagem rápida?

Infelizmente, não há estudos abrangentes sobre a velocidade de fala de todos os idiomas. Um estudo de 2011 da Universidade de Lyon analisou 7 idiomas e determinou a seguinte ordem, do idioma mais rápido para o menos rápido: japonês (7,84 sílabas por segundo), espanhol (7,82), francês (7,18), italiano (6,99), inglês (6,19), alemão (5,97) e mandarim (5,18). Porém, vamos admitir, sete idiomas é um número ínfimo.

Um estudo mais recente, publicado em 2019 na Science Advances, analisou 17 idiomas, o que é melhor, mas ainda insignificante, considerando que há cerca de 7 mil línguas no mundo. Então, embora este artigo não possa garantir que estes são os idiomas mais rápidos do mundo, aqui está a classificação dos 17 idiomas analisados. Também é importante notar que há diferenças individuais na velocidade de fala dentro de um mesmo idioma.

  1.  Japonês
  2.  Espanhol
  3.  Basco
  4.  Finlandês
  5.  Italiano
  6.  Sérvio
  7.  Coreano
  8.  Catalão
  9.  Turco
  10.  Francês
  11.  Inglês
  12.  Alemão
  13.  Húngaro
  14.  Mandarim (chinês)
  15.  Cantonês
  16.  Vietnamita
  17.  Tailandês

Ainda que essa seja uma seleção pequena, dá para ter uma ideia de como a velocidade de fala varia pelo mundo. Línguas cronometradas por sílaba (e por mora) ficam mais no topo, e as línguas tonais se encontram geralmente no fim.

Então é verdade que alguns idiomas são falados mais rapidamente do que outros?

Toda essa história é meio estranha. Afirmar que alguns idiomas são mais rápidos do que outros pode dar brecha para o relativismo linguístico, que defende que a língua que você fala afeta como você interage com o mundo (o que não é inteiramente verdadeiro). Porém, acontece que a “velocidade de fala” não pode ser determinada pela simples contagem de sílabas por segundo.

O mesmo estudo da Science Advances que classificou os idiomas de acordo com a velocidade de fala investigou um fenômeno mais profundo: com que rapidez os idiomas transmitem informações? Essa é uma questão complicada, começando pelo fato de que a densidade da informação é calculada traduzindo sílabas em bits. A quantidade de informação que uma sílaba pode ter corresponde a se essa sílaba ajuda a pessoa que está ouvindo a inferir a próxima sílaba. Basicamente, isso trata o cérebro humano como um computador de texto preditivo, e quão mais rápido o idioma ouvido ajuda a prever o que será dito em seguida, maior é a densidade da informação.

Os pesquisadores analisaram 170 falantes e constataram que apesar das variações em sílabas por segundo, a quantidade de informação por segundo é praticamente a mesma em todos os idiomas, cerca de 39 bits por segundo. Línguas com baixa taxa de sílabas por segundo compensam isso com uma taxa alta de informação por segundo, e vice-versa. Resumindo: embora alguns idiomas tenham uma velocidade de fala maior, eles não são melhores nem mais eficientes. Ainda não há pesquisas sobre o porquê disso, mas é possível que o cérebro consiga absorver melhor determinada quantidade de informação por vez. 

E o que tudo significa para a aprendizagem de idiomas? Para começar, é reconfortante saber que um idioma não é melhor do que o outro. Honestamente, nada disso tornará mais fácil sua primeira conversa com um falante nativo. Lembre-se de manter a calma, concentre-se e sinta-se à vontade para dizer “Eu não estou entendendo. Você poderia falar um pouco mais devagar?” no novo idioma.

Em italiano:

Scusa, non capisco.
Potresti parlare più lentamente, per favore?

Em francês:

Pardon, je n’ai pas compris.
Pouvez-vous parler plus lentement, s’il vous plaît ?

Em alemão:

Es tut mir leid, ich verstehe nicht.
Könnten Sie bitte etwas langsamer sprechen?

Em húngaro:

Elnézést, de nem értem!
Tudna egy picit lassabban beszélni?

Em japonês:

すみません、分かりません。(Sumimasen, wakarimasen.)
もう少しゆっくり話してください。(Mousukoshi yukkuri hanashite kudasai.)


Você gostou do texto sobre linguagem rápida? Descubra mais sobre os idiomas lendo os seguintes textos:

Aprender um idioma com o aplicativo é um prazer que você pode facilmente se encaixar em sua rotina diária.
Author Headshot
Thomas Moore Devlin
Thomas cresceu na suburbana Massachusetts, e se mudou para Nova York para fazer faculdade. Ele estudou Literatura Inglesa e Linguística na Universidade de Nova York, mas passou grande parte do seu tempo trabalhando em um jornal de estudantes. Por causa disso, ele tem opiniões duras sobre o guia de estilo da AP. No seu tempo livre, ele gosta de ler e às vezes se irrita com algumas coisas no twitter. Ele também passou muito tempo tentando aprender espanhol e sabe um pouquinho de alemão.
Thomas cresceu na suburbana Massachusetts, e se mudou para Nova York para fazer faculdade. Ele estudou Literatura Inglesa e Linguística na Universidade de Nova York, mas passou grande parte do seu tempo trabalhando em um jornal de estudantes. Por causa disso, ele tem opiniões duras sobre o guia de estilo da AP. No seu tempo livre, ele gosta de ler e às vezes se irrita com algumas coisas no twitter. Ele também passou muito tempo tentando aprender espanhol e sabe um pouquinho de alemão.

Artigos recomendados

11 gírias mexicanas que você precisa saber

11 gírias mexicanas que você precisa saber

Aqui está uma lista das gírias mexicanas da Cidade do México que todo mundo deveria adotar.
Escrito Por Gabriel B.
21 palavras e expressões em inglês americano que são, tipo, totalmente úteis para a vida

21 palavras e expressões em inglês americano que são, tipo, totalmente úteis para a vida

Like, whatever dude! Essas e mais outras expressões explicadas pelo nosso editor norte-americano John Erik. Embarque nessa viagem pelo mundo das gírias dos EUA!
Os 20 verbos em espanhol mais comuns

Os 20 verbos em espanhol mais comuns

Você está aprendendo espanhol e não sabe nem por onde começar? Veja a seguir nosso guia prático com os 20 verbos mais usados, sua conjugação e uso em uma frase. ¡Vamos!