9 palavras que você achava que eram inglesas mas que vieram dos vikings

Você sabia que a língua antiga dos escandinavos influenciou profundamente o inglês? Confira como isso aconteceu e conheça a história de nove palavras que têm origem no nórdico antigo e que são usadas até hoje.
Author's Avatar
9 palavras que você achava que eram inglesas mas que vieram dos vikings
O inglês, como conhecemos hoje em dia, foi influenciado por diversas outras línguas. Há quem diga que poucas palavras são realmente inglesas e que grande parte do vocabulário foi emprestado de outros idiomas. Entre tantas influências, como o latim, o francês, o chinês e etc etc e tal, o nórdico antigo ou a língua falada pelos vikings, teve um grande impacto no idioma, já que mais de dez mil palavras escandinavas foram introduzidas no inglês. Mas como isso aconteceu?

Senta que lá vem história…

Devido à falta de terra fértil e para evitar a fome na Escandinávia durante os séculos IX e X, dezenas de milhares de pessoas da Noruega e da Dinamarca atravessaram o mar e navegaram para as Ilhas Britânicas para se estabelecerem na Inglaterra. Estima-se que, só da Dinamarca, 35.000 pessoas emigraram para a Inglaterra. Hoje pode parecer um número muito baixo, mas naquela época era quase o mesmo número de pessoas que viviam em Londres. Com a invasão dos vikings em terras britânicas, a Inglaterra anglo-saxônica, que era dividida em sete reinos, percebeu que eles só conseguiriam resistir aos escandinavos se juntassem seus esforços. O rei Alfred de Wessex, que era o líder do reino anglo-saxónico mais poderoso e influente durante as últimas décadas do século IX, liderou uma força unida que combateu uma tentativa de ataque viking. Este conflito, que resultou num impasse, é conhecido como a Batalha de Edington. Os Vikings, derrotados mas não vencidos, procuraram a paz com os ingleses. Eles chegaram a um acordo segundo o qual uma linha seria traçada em toda a Inglaterra ao norte da qual os homens do norte seriam autorizados a se estabelecerem entre a população de língua inglesa.

E assim, eles mudaram o inglês

Devido à imigração da Escandinávia, o idioma falado pelos recém-chegados teve uma grande influência na língua inglesa. É difícil dizer se foram os dinamarqueses ou os noruegueses que mais transformaram o idioma, porque as duas línguas são muito semelhantes. E, claro, tanto os dinamarqueses como os noruegueses não falam hoje em dia a mesma língua de mil anos atrás. A língua que os Vikings falavam era chamada de oldnordisk (nórdico antigo) ou traduzida diretamente para o inglês Old Nordic, ou como é mais conhecida, Old Norse. Mas algo é certo, o legado viking ainda está muito vivo nas Ilhas Britânicas e muitas cidades na Inglaterra mantiveram a palavra nórdica para cidade, que é a palavra by. Por exemplo, a cidade de Helperby tem sua origem de duas palavras nórdicas juntas. Helper que vem do nome feminino Hjalp e da palavra nórdica para cidade que é by.

O nórdico antigo e o Inglês se tornaram uma única língua

Os dinamarqueses e noruegueses eram conhecidos por serem curiosos. Exatamente por causa disso, eles faziam questão de interagir com seus novos vizinhos ingleses. Ao invés de criar um isolamento, eles eram abertos e amigáveis com os locais. O que levou a uma assimilação entre as duas culturas, criando um grande caldeirão das duas línguas. Em algumas partes da Inglaterra, os habitantes locais ainda usam palavras nórdicas antigas em seu dialeto, por exemplo, a palavra Grice, que originalmente significava porco jovem, vem da palavra nórdica gris. O impacto foi muito profundo. Para começar, os pronomes they (eles), their (seus) e them (eles) foram introduzidos pelos escandinavos. Além dos pronomes, centenas de palavras, especialmente as que começam com “sk”: skate, skid, skill, skim, skin, skip, skirt, skull, sky; e também“sc”: scab, scalp, scant, scare, scathe, scoff, score, scowl, scramble, scrap, scrape, scratch, scrawl, scream, screech, scrub, scum, scurvy.

Inglês igual ao dinamarquês

Er der nogen hjemme? Is there anyone home? (Tem alguém em casa?) Kan du se mig? Can you see me? (Você pode me ver?) Vi drak med de bedste af dem. We drank with the best of them. (Bebemos com os melhores deles.)

A história de algumas palavras

Cake (bolo): o doce queridinho do chá da tarde ou do café manhã vem da palavra nórdica kaka, que é a palavra que os vikings usavam para descrever um little cake (bolinho). Dirt (sujo): no nórdico antigo, a palavra drit era como as pessoas chamavam excremento e fezes. A escrita não é muito diferente, mas a palavra é usada de uma maneira mais abrangente nos dias de hoje. Gun (arma): a origem vem do nome feminino Gunnhildr. Gunn e hildr eram traduzidos como guerra e batalha. Hell (inferno): hell tem origem na mitologia nórdica. Hel, filha de Loki, é uma figura meio gigante, meio deus que é dona do submundo e cuida dos mortos. Husband (marido): Essa palavra vem da combinação de hús, que significa casa, e bóndi, que significa dono de terras. Faz muito sentido já que naqueles tempos e, diga-se de passagem, até hoje em alguns países os homens eram os donos dos lares e das mulheres. Thursday (quinta-feira): a influência viking também está presente nos nomes dados aos dias da semana. Tuesday (terça), Wednesday (quarta) e Friday (sexta) são palavras atribuídas aos deuses Tyr, Odin e Freya, embora as fontes sejam realmente Tiw, Wodan e Friga, que eram as versões anglo-saxônicas das mesmas divindades. Thursday, claro, é o dia de Thor. A similaridade nos nomes aqui mostra como os grupos estavam intimamente relacionados, mesmo antes dos escandinavos virem para a Inglaterra. Ugly (feio): Os dinamarqueses descreveriam alguém que eles achavam que não era nada atraente como uggligr, que veio da palavra ugga, que significa temer. Ugly literalmente vem da ideia de algo assustador. Wrong (errado):  muitas palavras que são escritas hoje com “w” eram escritas com “v”. E se você pensou que wrong era uma palavra inglesa, você se enganou. A palavra vem do velho nórdico rangr, que os dinamarqueses mudaram para vrang, e em inglês eventualmente se tornou wrong. Window (janela):  é a combinação de vindr (wind) e auga (eye). Se fizer a tradução ao pé da letra, ia significar olhos dos ventos. Faz sentido, né?
APRENDA MAIS INGLÊS!
BAIXE O APLICATIVO DA BABBEL
Qual idioma você gostaria de aprender?