Fale um idioma como sempre sonhou

Aprenda idiomas como nunca. Baixe o aplicativo gratuitamente!

Escolha um idioma – a primeira lição de cada curso é grátis!

Como Celebrar o Carnaval - em 6 idiomas!

O que vem à cabeça quando você ouve a palavra carnaval? Rio de Janeiro? Bahia? Brasil? Nosso editor Breno Pessoa investigou essa tradição além-mar e descobriu que na Europa também há Carnaval, sim! Embarque nessa viagem de foliões!

Escrito por Breno Pessoa

Ícone máximo da cultura brasileira e quase sinônimo de cidades como Rio de Janeiro e Salvador, o carnaval como conhecemos faz parte do calendário de celebrações católicas da Europa medieval que, por sua vez, segue tradições outras, como a Saturnália, o Bacanal ou o ritual à deusa da fertilidade Nerthus. O nome deriva do latim e possivelmente da união do substantivo carnis (carne) com o verbo levare (tirar, sustar, afastar). A celebração antecede a Quaresma, período marcado pelo jejum e pela proibição do consumo de carne pela igreja católica. Essa era então uma das últimas oportunidades para se jogar nos pecados da carne, espantar os maus espíritos do inverno europeu e se preparar para um período de abstinência até a Páscoa.

Hoje em dia o significado claro que mudou, o carnaval é uma festa típica de rua, onde desfiles, fantasias e máscaras elevam o senso de união social e dão vazão à criatividade e manifestações populares que permanecem fortes em diversas partes do globo. Nós brasileiros gostamos de pensar que essa festa nos pertence exclusivamente, mas você pode se surpreender ao embarcar nesta divertida leitura sobre o carnaval ao redor do mundo.

Vamos começar?

Carnaval em Colônia, na Alemanha – em alemão: Karneval

Nada soa mais distante do que as palavras carnaval e Alemanha, certo? No entanto, o carnaval de Colônia, no oeste do país, é um evento espetacularmente belo que reúne milhares de pessoas fantasiadas (obrigatoriamente fantasiadas), em festas indoor e em um longo desfile que percorre mais de 6 km. Conhecido como a “Quinta Estação", o Kölner Karneval inicia-se oficialmente às 11 horas e 11 minutos do dia 11/11 – isso mesmo, em Novembro! Porém, diz a tradição que o espírito do carnaval suspende-se durante as festividades de Natal, e a sua celebração nas ruas acontece apenas a partir da quinta-feira que precede a quarta-feira de cinzas. O dia mais importante é a Rosenmontag ( ou segunda-feira rosa), quando os três representantes oficias do carnaval desfilam pelas ruas da cidade. Apesar do frio, os alemães capricham nas fantasias, na decoração e a festa é realmente uma experiência inesquecível. Por isso, se estiver por estes lados, siga o principal dizer dos moradores locais: Kölle Alaaf!

Palavras utéis:

Kölle Alaaf! - uma frase do dialeto kölsch que pode ser traduzida como "Colônia acima de tudo!".

(der) Prinz - o príncipe, a figura mais importante do evento.

Rosenmontag - a segunda-feira rosa, o dia do desfile oficial da festa.

Carnaval em Nice, na França – em francês: Carnaval

No Brasil, algumas cidades do Nordeste, como Salvador, celebram oficialmente o carnaval por longos 8 dias – e haja energia! Mas o que diríamos de um carnaval que dura 2 semanas? Assim é o carnaval de Nice, o maior da França, que reúne mais de 1 milhão de pessoas em desfiles de rua, noite e dia. A figura do rei se tornou importante após a visita, em 1830, do rei de Sardenha e duque de Saboia, Charles-Felix . A cidade o recebeu com um desfile pomposo: os nobres se vestiram em fantasias elegantes e exibindo carruagens decoradas em frente à varanda do palácio. Desde então, a imagem do rei é figurativa, representada por bonecos gigantes que relembram o carnaval de Recife e dão início às festividades. No último dia, a figura do rei sai para navegar em um pequeno barco e se desfaz incendiada. Fogos de artifício iluminam o céu e a festa se encerra na Baie des Anges, na Promenade des Anglais.

Palavras utéis:

Bataille de Fleurs – Batalha de Flores. Um desfile de carros decorados, de onde flores são jogadas ao público.

Confettis – Confetes de carnaval, indispensáveis para a festa.

(Les) Carnavaliers – Carnavalescos que criam os carros alegóricos, uma tradição de gerações.

Carnaval em Londres, na Inglaterra – em inglês: Carnival

O primeiro carnaval de Notting Hill aconteceu apenas em 1964, mas logo ganhou popularidade. Uma celebração com raízes no combate à discriminação racial, promovida inicialmente pela comunidade vinda de Trinidad e Tobago em Londres, e abraçada por imigrantes de outras ilhas caribenhas. O carnaval de Notting Hill não dá muito samba no pé, mas o reggae e a salsa, além do calypso caribenho – um ritmo semelhante ao carimbó do Pará – tocam desenfreadamente, animando todos os passantes. Se você quer vivenciar a música, pratos e culturas das ilhas caribenhas, esta é a data perfeita para viajar para Londres. Mas atenção, talvez você não tenha se dado conta, mas o carnaval de Notting Hill acontece em agosto, no domingo e na segunda-feira do Bank Holiday. Será que escolheram esta data para aproveitar o calor do verão europeu?

Palavras úteis:

Parade- Desfile

Carnival Float - Carro alegórico

Jerk Chicken - Frango condimentado caribenho vendido durante as festividades. Yummy!

Carnaval em Veneza, na Itália – em italiano: Carnevale

O verdadeiro carnaval dos mascarados – assim podemos definir o carnaval de Veneza! É também um dos mais antigos, com registros desde 1094, e um dos mais clássicos e belos. Para a abertura, numa cerimônia chamada Volo dell’angelo, a descida de um anjo dos céus dá início às festividades. A Praça de São Marcos fica irreconhecível, repleta de gente, assim como os canais que são o palco dos desfiles do domingo, o famoso Corteo Acqueo. Outra atração do carnaval veneziano é a Premiazione della Maria, um concurso de beleza para mulheres 18 a 26 anos. Essa premiação remete à La Festa delle Marie e, mais especificamente, ao episódio do sequestro e da libertação das 12 donzelas mais pobres e belas da cidade ocorrido em 1039. Há ainda bailes de máscaras inspirados nos antigos rituais locais e é possível até desfilar no palco do Grande Teatro da Praça de São Marcos para concorrer ao prêmio de melhor fantasia. Stupendo!

Palavras utéis:

La maschera più bella – a máscara mais bela, concurso julgado por designers e estilistas internacionais.

Colombina – tipo de máscara que cobre apenas os olhos, nariz e bochechas.

Galani – um doce típico do carnaval de Veneza.

Carnaval em Cádis, na Espanha – em espanhol: Carnaval

Assim como no Brasil, as cidades da Espanha também encontraram diferentes formas de festejar o carnaval. Destacam-se Santa Cruz, em Tenerife, e acima de todos o carnaval da província de Cádis, em Andaluzia. Celebrado ininterruptamente desde o século XVI, esta festividade inspirada em Veneza é o carnaval mais antigo da Espanha e caracteriza-se pelo uso do humor e da sátira em desfiles que reúnem diversos grupos com canções próprias e fantasias. São 11 dias de festejos, sem contar ensaios e concursos – o que daria para contar um mês inteiro. Fantasiar-se é obrigatório ao menos no sábado, quando a festa ganha as ruas, assim como rir e se divertir. As letras das músicas são engraçadas e é uma ótima maneira de mergulhar neste evento típico da cultura espanhola.

Palavras utéis:

Chirigotas – os mais famosos grupos de performistas satíricos da festa

Ilegales – qualquer pessoa que deseje participar da festa para cantar ou atuar

Romanceros – participantes que atuam sozinhos, entretendo e divertindo outros foliões.

Carnaval no Rio, Salvador e Recife, no Brasil – em bom português: imperdível

O carnaval do Rio é o maior do mundo, com 2 milhões de pessoas nas ruas. O de Salvador reúne o maior número de estrelas por metro quadrado. O de Recife tem o galo mais famoso do planeta. Mas como é mesmo que tudo isto começou? As passagens e os registros são inúmeros e têm em comum o entrudo, festejo de origem portuguesa celebrado pelos escravos que saiam às ruas de rosto pintado jogando farinha e água de cheiro ou de fedor. Os senhores assistiam aos cortejos de suas janelas. Posteriormente, devido à agressividade dos cortejos, o entrudo foi criminalizado e os bailes fechados começaram a se tornar a sensação. No final do século XIX, o carnaval voltou a se popularizar e diversificou-se muito. Dessa época, destaca-se "Ó abre alas", a primeira música composta especificamente para o carnaval em 1899, por Chiquinha Gonzaga. Oficialmente trazido para o Rio de Janeiro pela Corte Real, até hoje o carnaval enaltece a realeza em diversas partes do país, com o rei Momo, a rainha e as princesas. O carnaval é a nossa festa mais famosa e popular, uma bela demonstração da nossa criatividade, talento artístico e alegria de viver.

Palavras utéis: (now train your English)

SambódromoThe long avenue where samba schools and carnival floats pass by during the festivities.

Trio elétricoA truck specially decorated and built to carry singers and bands with powerful sound systems in the streets.

FoliãoAnyone dancing and enjoying Carnival.

ilustrações por Elena Lombardi

Quer aprender um novo idioma?

Comece com a Babbel