Fale um idioma como sempre sonhou

Aprenda idiomas como nunca. Baixe o aplicativo gratuitamente!

Escolha um idioma – a primeira lição de cada curso é grátis!

Minhas palavras favoritas em espanhol

Nosso editor britânico, Ed, aprendeu espanhol da melhor maneira possível: vivendo na Espanha. Ele dividiu com a gente a sua lista de palavras favoritas no idioma de Quixote.

Escrito por Ed M. Wood

Quando eu me formei na faculdade, senti como se estivesse em um salão do velho oeste, batendo aquelas portas vai e vem, com os braços carregados de qualificações e prestes a conquistar o mundo profissional com o emprego dos meus sonhos. Eu acho que muitos recém-graduados se sentem assim, e esse excesso de confiança faz com que a decepção com o mundo profissional seja inevitável, já que ele simplesmente não dá a mínima para você.

Minha reação a essa decepção foi dar as costas para essa falta de oportunidade e melhorar outras habilidades. Eu pesquisei no Google cursos de TEFL na Espanha, achei uma charmosa cidade chamada Zamora, em Castilla y Leon, e comprei uma passagem só de ida. Minha educação espanhola, embora informal, começou assim que eu aterrissei. Eu tive a árdua tarefa de transitar por Madrid com uma grande mochila nas costas e uma moleza quase imobilizante do verão quente da Espanha.

Sua relação com novas palavras é moldada até certo ponto pelo contexto no qual você as aprende. Sempre que eu ouço palavras como estación de trenes, vía e billete, vejo um labirinto nebuloso de desinformação, formado por medos mal resolvidos. Eu considero isso a primeira parte da minha educação espanhola, que eu sempre revivo toda vez que tenho que resolver alguma burocracia estrangeira ou sou forçado a ter manter uma conversa fiada, na qual eu sempre acabo me sentindo inadequado ou fora de prática. A segunda parte é o completo oposto: aprendizado por meio de discussões calorosas com meus colegas de casa; noites no bar e gargalhadas na sala de estar; e o intercâmbio rotineiro com caras conhecidas e lugares familiares.

A seguir está uma lista com as minhas palavras favoritas dos dois anos dessa segunda parte. Eu espero que você realmente goste delas, e eu estou curioso para saber seus comentários sobre suas palavras estrangeiras favoritas.

1. Leche (s.) – Leite

Você não consegue fazer muito com o leite em inglês. Você pode chorar o leite derramado ("to cry over the split milk"), mas é só isso. Uma das coisas que me chamou a atenção na minha chegada à Península Ibérica foi o aparente fascínio com o leite. Animação, descrença, sorte, má sorte, admiração… Parecia que tudo poderia ser expresso com a ajuda do leite. Não acredita? Dê uma olhada nestas frases :

El jugador de fútbol corría a toda leche cuando uno de sus oponentes le dio una leche en la pierna.

  • O jogador estava correndo a toda velocidade quando um dos seus oponentes bateu na perna dele.

Ay la leche”, gritó el jugador al caerse al suelo.

  • Droga, gritou o jogador ao cair no chão.

Un espectador en el estadio comentó a su amigo, “¡Qué mala leche! Es la leche, y si está herido no va a poder jugar en la final, ¡Me cago en la leche!

  • Um espectador dentro do estádio virou para o seu amigo: “Isso foi um absurdo! Ele é o melhor e, se está machucado, não vai poder jogar na final. PQP.

Su amigo le respondió, “no te pongas de mala leche, tío. No me parece tan serio. Se levantará y seguirá jugando. Lo verás.”

  • O seu amigo respondeu: “Não fique de mau humor, cara. Não parece ser sério. Ele vai levantar e continuar jogando, você vai ver."

Y una leche”, dijó el espectador abatido.

  • Não acredito, disse o espectador, abatido.

Então, como você pode ver, se você memorizar as expressões acima, você poderá “tirar leite de pedra”.

2. Polvo (s.) – Pó/poeira

Poeira é uma palavra bem versátil: um jogador de futebol pode receber um drible forte e “comer poeira”, apenas para receber depois as desculpas do jogador do time oposto, assim que a “poeira abaixar”. Depois que você cresceu, pode ser que o seu ursinho favorito tenha sido deixado em um canto acumulando poeira, apenas para ser limpo quando a próxima geração de pequenos aparecer. E, também no inglês, você pode ‘morder’ poeira (bite the dust), mas morder el polvo não funciona em espanhol.

Si estás hecho polvo (Se você está só o pó), então você está cansado, exausto, morto. E si estás hecho polvo de la cabeza, então você está louco, maluco ou com um parafuso a menos. E si haces polvo a alguien, então você deixa alguém em pó, o que significa que você puxou o tapete de alguém em uma competição. Entenda: se você está só “polvo”, você foi pulverizado.

Os espanhóis também usam algumas expressões idiomáticas que têm uma conexão um pouco mais tênue com as micropartículas que chamamos de pó. Por razões que continuam misteriosas para mim, polvo também se refere ao ato sexual. Então se você é pudico – ou mojigato, outra das minhas palavras favoritas que não está nesta lista – não continue lendo… procure as frases echar un polvo (jogar um pó) e você vai ver a definição realizar um ato sexual. Ao mesmo tempo, se você disser que alguém tem um alguien tiene polvo (algúem tem pó), isso significa que você o acha atraente sexualmente. Pois é, muitos tons de cinza nessa poeira.

3. Resaca (s.) – Ressaca

Resaca é uma daquelas palavras que muitos estrangeiros já conhecem, como tapas, burrito, cargo, guerilla, chorizo e armada, sem saber o significado original. Você sabia que burrito significa um pequeno burro, guerrilla significa uma pequena guerra e un chorizo pode também ser un ladrón (um ladrão)? Teoricamente, pode ser que um chorizo fuja com o seu chorizo. Voltando à resaca (como sempre acontece comigo): tener resaca significa ter ressaca na linguagem do dia a dia, mas la resaca também se refere ao refluxo das ondas, que deixa detritos ao longo da praia após uma tempestade. É essa imagem que faz essa palavra tão especial para mim.

4. Botellón (s.) – Beber em público

Botellón é o aumentativo de botella (garrafa). El botellón seria traduzido literalmente como “garrafão”. Como qualquer estudante de Erasmus vai se lembrar (embora isso dependa do tamanho da garrafa), un botellón é muito mais que uma garrafa de coca extragrande. Vá a uma grande praça pública e você vai encontrar centenas de jovens animados e sedentos por açúcar bebendo calimocho. Esse mix potente de vinho e coca contraria os estereótipos de que a Espanha é uma nação de apreciadores de vinhos finos. Fazer um botellón se tornou uma característica da cultura jovem espanhola, e outros termos foram criados como botellódromo – um espaço oficial para fazer os botellónes – e macro-bottelón, que, como você deve ter adivinhado, é ainda maior que um garrafão, embora não seja claro quando um bottellón se torna macro.

5. Vergüenza (s.) – Vergonha / constrangimento

Vergüenza fica entre vergonha e constrangimento, dependendo da frase em que está colocada. O que mais me fascina nessa palavra é seu uso em duas expressões encantadoras: la de la vergüenza e vergüenza ajena. La de la vergüenza (“o da vergonha”) se refere ao último pedaço de comida que resta em um prato compartilhado e que ninguém se atreve a pegar por medo de ser banido das atividades futuras envolvendo tapas. Vergüenza ajena é o equivalente espanhol à popular “vergonha alheia”: aquele sentimento de vergonha que alguém sente no lugar do autor do ato constrangedor.

6. Desvelado (adj.) – Sem conseguir dormir porque você foi acordado por algo ou alguém

Estaba toda la noche desvelado”, murmurou o meu compañero de piso, ou colega de apartamento. Ele apenas saiu do quarto, ranzinza e confuso, e claro, sem paciência para me explicar que raios desvelado significa. É nessas situações que a sua mente procura conotações, associações, raízes, derivados, significados generalizados de prefixos. Qualquer pista concreta que nos ajude a desvendar esse mistério.

Des-”é um prefixo negativo, e geralmente se refere à ausência de algo. Agora eu só preciso entender o “-velado”. Eu sabia que una vela era um desses homônimos que sempre confundem os estudantes de idiomas, carregando diversos significados incluindo vela de barco, uma vela (objeto) e uma vigília. Se "estás a dos velas", você está quebrado, sem um centavo, sem dinheiro para eletricidade e apenas com duas velas. Si pasas la noche en vela, você está de vigília a noite toda, ou seja, acordado. “É isso aí!“, eu pensei. O oposto de en vela – acordado – só pode significar que ele dormiu tão pesado que agora está com dificuldade de retornar ao mundo dos vivos. “Pues me alegro por ti, David, que bajo este calor no me puedo ni dormir”. Eu estava feliz por ele, já que eu nunca conseguia cair no sono nesse calor sufocante da Espanha.

Ele me olhou confuso: “Desvelado, tío; despierto, alerta, incapaz de dormir…Desvelado acabou sendo uma daquelas palavras que são notáveis por sua ausência no inglês: não ser capaz de dormir por causa de algo que o mantém acordado, seja o seu vizinho barulhento ou sua última preocupação.

7. Agujetas (s.)- rigidez muscular

A minha última palavra na lista das minhas palavras favoritas alemãs foi Ahnungslosigkeit, porque eu gosto da sua sonoridade. A palavra agujetas também é uma aventura gutural maravilhosa. Seu sobe e desce de consoantes e vogais exercita alguns dos sons que os ingleses devem dominar para imitar o sotaque espanhol com sucesso. No entanto, o mérito fonético dessa palavra não é a única coisa que a faz querida. Agujetas se refere à dor ou rigidez muscular que sentimos nos dias seguintes a um esforço físico não usual.

A semelhança com agujitas (diminutivo de agujas – agulhas) imediatamente inculca a imagem de milhares de pequenas agulhas espetando um grupo de músculos cansados e mal-humorados, apesar de acreditar-se que a origem da palavra agujetas não esteja aqui. Uma teoria intrigante propõe uma sequência de saltos semânticos: agujetas era um termo usado para objetos de pouco valor. Coloquialmente, o termo passou a se referir às gorjetas escarsas dadas aos carteiros a cavalo no século 18. Por fim, o termo se tornou sinônimo das dores que cavaleiros inexperientes sentiam depois de montar um cavalo.

Palavras são maravilhosas, não é mesmo?

Sim.

traduzido por Sarah Luisa Santos

Que tal aprender espanhol?

Comece agora com o aplicativo Babbel!