As 10 línguas mais faladas na América do Sul

Quando pensamos nos países da América do Sul em termos linguísticos, fazemos uma associação quase que imediata com o espanhol e o português. Mas será que são só esses os idiomas falados no continente? A seguir, apresentamos a você uma breve análise de alguns números.
Author's Avatar
ESCRITO POR Dylan Lyons
As 10 línguas mais faladas na América do Sul

A América do Sul é conhecida por ser composta de vários países de língua espanhola e de um único – e imenso – país de língua portuguesa (o Brasil, claro). No entanto, o continente conta com uma mistura de idiomas muito mais rica do que pode parecer à primeira vista. Decidimos cavar um pouco mais e explorar as 10 línguas mais faladas na América do Sul.

Para começar, vamos conhecer as línguas nativas mais faladas na região e o número de falantes nos dias de hoje. Depois disso, vamos dar uma olhada nos principais idiomas trazidos para a América do Sul por imigrantes.

Os números que apresentamos aqui se referem ao total de falantes de cada idioma (e não apenas falantes nativos). As informações sobre as línguas imigrantes vêm do Ethnologue.

As oito línguas nativas mais faladas na América do Sul

  1. Quechua (Andes) – 8 milhões de falantes
  2. Guarani (Paraguai e arredores) – 5 milhões de falantes
  3. Aimara (Peru e Bolívia) – 2,5 milhões de falantes
  4. Mapuche (Chile) – 500 mil falantes
  5. Guajiro (Venezuela e Colômbia) – 200 mil falantes
  6. Emberá (Colômbia) – 70 mil falantes
  7. Paez (Colômbia) – 60 mil falantes
  8. Ashaninca (Peru e Brasil) – 50 mil falantes

Fonte: Native Languages of the Americas

As 10 línguas mais faladas na América do Sul

1. Espanhol

A quantidade de falantes de espanhol na América do Sul é ligeiramente maior que a quantidade de falantes de português. Ou seja, o espanhol é o idioma mais falado no continente. Pouco mais de 210 milhões de sul-americanos falam espanhol, sendo que o maior número de falantes vive na Colômbia (cerca de 47,2 milhões de pessoas). A seguir vêm Argentina (com quase 43,5 milhões de falantes), Venezuela (31,1 milhões), Peru (27,4 milhões), Chile (18,1 milhões), Equador (15,9 milhões), Bolívia (9,4 milhões), Paraguai (4,6 milhões), Uruguai (3,4 milhões) e o Brasil, onde 491 mil pessoas falam espanhol.

2. Português

O segundo lugar desta lista é ocupado pelo português, com aproximadamente 206 milhões de falantes na América do Sul. O Brasil não só abriga a imensa maioria desses falantes (205 milhões) como também é o único país do continente em que o português é o idioma oficial. Há também alguns falantes de português na Venezuela (254 mil), no Paraguai (212 mil) e no Uruguai (24 mil).

3. Inglês

O inglês é a terceira língua de imigrantes mais falada na América do Sul, com cerca de 5,4 milhões de falantes. A maioria deles vive na Argentina (2,8 milhões) e na Colômbia (1,9 milhões). Na Guiana, que até 1966 era colônia britânica, o número de falantes é de 680 mil pessoas. Nas Ilhas Falkland, um território autônomo do Reino Unido, a maioria dos poucos habitantes também fala inglês: 2.600 pessoas.

4. Alemão

O alemão ocupa o quarto lugar dessa lista, com aproximadamente 2 milhões de falantes. A maioria vive no Brasil (1.5 milhões), mas existem muitos falantes na Argentina (400 mil), enquanto outros estão no Equador (112 mil), no Paraguai (58 mil), no Uruguai (27 mil) e no Chile (20 mil).

5. Italiano

A quinta língua mais falada na América do Sul é o italiano, com cerca de 1,5 milhões de falantes. Quase todos eles vivem na Argentina, mas o Brasil também conta com alguns falantes desse idioma (50 mil).

6. Árabe (vários dialetos)

Existem dois dialetos árabes com um número significativo de falantes na América do Sul: o árabe moderno padrão e o árabe levantino do norte. Como os dialetos são mutuamente inteligíveis, eles foram combinados na classificação que apresentamos aqui. O total de falantes de árabe na América do Sul é de 1,1 milhão de pessoas – e a maioria delas vive na Argentina (1 milhão). Mas também há falantes de árabe na Venezuela (110 mil) e no Suriname (mil).

7. Chinês (vários dialetos)

Tal como acontece com o árabe, existem muitas variedades de chinês, e algumas delas são faladas na América do Sul, tais como o hakka, o yue e, claro, o mandarim. Se agruparmos todos os dialetos, existem cerca de 535 mil falantes de chinês na América do Sul. A maioria deles está na Argentina (400 mil), mas também há falantes de chinês no Peru (100 mil), na Guiana Francesa (13.800), no Suriname (12.600), no Equador (7 mil) e na Guiana (1.500).

8. Ucraniano

O número 8 da nossa lista das línguas mais faladas na América do Sul é o ucraniano. Há aproximadamente 527 mil falantes desse idioma na América do Sul, a maioria dos quais está no Brasil (500 mil). O resto vive na Argentina (27 mil).

9. Japonês

O penúltimo idioma da nossa lista é o japonês, falado por cerca de 412 mil pessoas na América do Sul. No Brasil, vivem 380 mil desses falantes. A Argentina abriga os outros 32 mil.

10. Holandês

O holandês supera o francês e ocupa o 10º lugar na lista dos idiomas mais falados na América do Sul. Cerca de 280 mil pessoas falam holandês no continente – e todas elas vivem no Suriname, uma antiga colônia holandesa onde o holandês ainda é a língua oficial. Para efeito de comparação, os falantes de francês na América do Sul são 231 mil: todos eles vivendo na Guiana Francesa, um território da França em que o francês é o idioma oficial.

Veja também: 

Os 10 idiomas mais falados no mundo

Os 10 idiomas mais falados na Europa 

Os 10 idiomas do futuro para sucesso no mercado global

CONECTE-SE COM O MUNDO
APRENDA UM NOVO IDIOMA
Qual idioma você gostaria de aprender?